27) A Cura do Paralítico
 
1. O Senhor perdoa os pecados do enfermo: Lc 5, 17-20 
2. O Senhor cura o enfermo: v. 21-26 
 
Explicação e Ensinamentos: 
O paralítico (de certo aleijado por um derrame), desamparado. Pelo julgar dos homens não havia esperança para ele. Ele era assim uma verdadeira figura do pecador (SI 51,5). 
 
A cama no Oriente era somente uma esteira. As casas geralmente tinham a forma de uma ferradura. O pátio interno formava uma varanda, coberta de telhas ou de tábuas. No lado de fora, uma escada dava acesso ao terraço. Nesta varanda, ou salão, estava o Senhor ensinando. Ele não se irritou com a perturbação. O Senhor está logo pronto para socorrer, cheio de misericórdia € compaixão. Ele também tem o poder para ajudar (é onipotente). Mas a ajuda dele é diferente da dos homens. Ele lembra logo a origem e o motivo de todos os sofrimentos: o pecado. Viu também o desejo de perdão do enfermo. A esse desejo, Ele correspondeu primeiro. O homem natural tem ambições somente para vida, para o corpo. Pensa que a saúde é o principal. O Senhor sabe de algo que é mais importante do que a saúde: a salvação da alma. - Ele perdoa (2 Cr 6,30). O Senhor viu também a fé dos que carregavam o paralítico. Ele vê como eles sofrem em favor do enfermo, e como estão preocupados por ele. - Que estímulo para os crentes, para que também levem os seus ao Senhor Jesus. - Os fariseus, que eram cegos, não queriam perdão. O Senhor conhece os pensamentos deles, e os manifesta (*SI 139,1-3). Mas ele se lembra também do corpo enfermo, do paralítico. Ele restabelece o enfermo: alma e corpo, como prova da sua graça e do poder. O perdão dos pecados é invisível. A cura do corpo revelou ao povo o Senhor, como sendo Deus-Salvador, que como tal podia também perdoar pecados. Jeová estava presente na Sua virtude para curar e na Sua graça que perdoa (*Salmo 103, 3-5). Na ordem: "Levanta, torna a tua cama e anda”, está contido o convite ou a missão de ser uma testemunha do Senhor. Aquilo que antes da conversão nos dominava, depois dela, deve ser dominado por nós. Antes a cama o carregava (ou suportava); agora ele carrega a cama: o contrário da antiga vida (leia também Ef 4, 28: primeiro a pessoa roubava, agora ela dá). 
 
Devo contribuir?
Ao receber o Senhor Jesus Cristo como seu Salvador, uma das primeiras coisas que você irá aprender é que Deus é amor. Como resultado disto, você logo perceberá que o amor precisa de uma forma prática para se expressar. Você aprenderá que há uma relação entre amar e dar. Deus é um Deus que nos dá muitas coisas. Amar e dar estão intimamente ligados nas Escrituras. “O Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim” (Gl 2:20), e “Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito” (Jo 3:16). Continuar Lendo...
Desenvolvido por Palavras do Evangelho.com