M

 

 

Maaca (1) Esposa de Galaad e nora de Maquir, o filho de Manassés e neto de José.

Maaca (2) Esposa de Jeiel, o antepassado do rei Saul e fundador de Gabaon.

Maaca (3) Filha de Roma e de Nacor, neta de Taré, bisneta de Nacor, trineta de Serug, tetraneta de Reu e sobrinha de Abrão

Maaca (4) Uma das concubinas de Caleb, o filho de Hesron, com quem gerou quatro descendentes.

Maaca (5) Principado arameu que se situava ao norte Galaad, no sopé sub-oriental do monte Hermon.

Maaca (6) Filha de Tolmai, rei de Gessur,  foi  uma das esposas do rei Davi com quem gerou Absalão.

Maaca (7) Filha  de Absalão, neta de Davi, bisneta de Jessé, trineta de Obed, tetraneta de Booz e descendente de Judá. Maaca foi uma das esposas de Roboão, o filho do rei Salomão.  Porém, há versões que a tratam como neta e não como filha de Absalão, pois consta que ele só teve uma filha chamada Tamar. Destarte, Uriel pode ter sido o marido de Tamar, da qual nasceu Maaca. Todavia, alguns acreditam que haja erro de transcrição também no nome do pai.

Maaca (8) Mãe de Asa, soberano do "Reino de Judá", que a destituiu de seu posto de “rainha-mãe” em razão de sua idolatria pagã.

Maacat Localidade destinada à tribo de Aser quando da partilha das terras conquistadas pelos hebreus.

      MAADI Descendente de Bani foi um dos líderes dos hebreus que retornaram do exílio babilônico.

MAADIAS Um dos líderes da classe dos Sacerdotes que voltaram do exílio babilônico sob a liderança de Zorobabel. Maadias foi o ascendente de Felti.

MAAI Membro da classe dos Sacerdotes e um dos que retornaram do exílio babilônico e auxiliaram na reconstrução de Jerusalém.

Maala (1) Filho de Amolequet, neto de Maquir, bisneto de Manassés , trineto de José e tetraneto de Jacó. Em "Crônicas" é citado no capítulo referente à tribo de Benjamim, talvez por laços de parentesco materno ou, então, por corrupção no texto.

Maala (2)  Filha de Salfaad, neta de Héfer, bisneta de Galaad, trineta de Maquir e tetraneta de Manassés e descendente de José.

Maalat Filha de Jerimot, neta do rei Davi, bisneta de Jessé, trineta de Obed, tetraneta de Booz e esposa de Roboão, o filho do rei Salomão.

MAALEB Localidade situada a cerca  de 6 km a nordeste de Tiro, nas proximidades do Mediterrâneo. Provavelmente seja a atual Mahãlib.

Maalon Filho de Elimelec e de Noemi e o primeiro marido de Rute, a protagonista do livro homônimo. Ver Rute.

Maanaim  Localidade situada na Transjordânia. É pouco provável a sua identificação com a atual Hirbet Mahna, a 4 km ao norte de Aglun. Alguns, talvez com mais razão, colocam-na em Tulul El-Dahab, às margens do rio Jaboc, a quase 11 km a leste do rio Jordão.

Maara Localidade destinada à tribo de Aser quando da partilha das terras conquistadas pelos hebreus.

Maarai Natural de Netofa era um dos chamados "Heróis de Davi", grupo de guerreiros fiéis ao rei Davi.

Maas Filho de Ram, neto de Jerameel, bisneto de Hesron, trineto de Farés e tetraneto de Judá.

Maasaí Filho de Adiel, neto de Jazera, bisneto de Mesulam, trineto de Mesilemit, tetraneto de Emer e membro da linhagem dos sacerdotes.

      MAASÉIA (1) Descendente de Faat-Moab foi um dos líderes dos hebreus que retornaram do exílio babilônico.

MAASÉIA (2) Descendente de Fasur era um dos Sacerdotes que lideraram os hebreus no retorno do exílio babilônico.

MAASÉIA (MAASÉIAS)(3)Descendente de Harim e membro da classe dos Sacerdotes foi um dos que lideraram os hebreus no retorno do exílio babilônico.

MAASÉIAS (1) Filho de Baruc, neto de Coloze, bisneto de Hazaías, trineto de Adaías, tetraneto de Joiarib e descendente de Farés e de Judá. Era um dos líderes dos hebreus que se estabeleceram na Jerusalém reconstruída durante o governo de Neemias, após o exílio babilônico.

MAASÉIAS (2) Filho de Eteel, neto de Isaías e descendente de Benjamim. Era um dos que lideraram os hebreus no retorno do exílio babilônico.

Maasias (1) É citado em "Crônicas" como descendente de Levi e um dos  “Porteiros” do Templo em Jerusalém.

Maasias (2) Comissário durante o reinado de Ozias, filho de Amasias, no "Reino de Judá".

Maasias (3) O Governador de Jerusalém na época do reinado do rei Josias, no "Reino de Judá".

Maasias (4) Filho de Acaz, neto de Joatão, bisneto de Azarias, trineto de Amasias e tetraneto de Joás.

Maasias (5) Filho de Adaías foi um dos chefes militares convocados pelo sacerdote Jojada para destituir a usurpadora rainha Atalia do trono e coroar Joás, filho de Acazias, em seu lugar.

MAASIAS (6) Filho de Salum era o  “Guarda da Porta” no tempo em que vivia o Profeta Jeremias. O seu cargo era de alta importância na corte.

MAASIAS (7) Pai de Néria e avô de Baruc, o escritor das profecias ditadas pelo Profeta  Jeremias.

      MAASIAS (8) Sacerdote que descendia de Jesus – filho de Josédec – foi um dos líderes dos hebreus que retornaram do exílio babilônico.

Maat (1) Filho de Amasai e descendente de Caat e de Levi, foi um dos levitas que sob as ordens do rei Ezequias, do "Reino de Judá", purificaram o Templo de Jerusalém. Também era um dos inspetores dos dízimos pagos.

Maat (2) Provavelmente trata-se de outra grafia para Aimot, filho de Elcana. Ver Aimot.

Maaziau Levita que descendia de Caat e que exercia as funções de Sacerdote no Templo de Jerusalém quando da assunção do rei Davi ao trono de Israel.

Maaziot Filho de Heman e descendente de Levi era um dos “Cantores” do Templo em Jerusalém.

Mabsam (1) Filho de Salum, neto de Saul, bisneto de Simeão, trineto de Jacó e tetraneto de Isaac.

Mabsam (2) Filho de Ismael, neto de Abrão e de Agar, bisneto de Taré, trineto de Nacor e tetraneto de Serug.

Mabsar Chefe de uma região no território de Edom. Provavelmente descendia de Esaú.

MACABEU Termo que, provavelmente, deriva do hebraico (e do aramaico)  “Makkaba” que significa: “martelo”. Ou, então, de “Makkebai” (Makkebyahu) que significa: “designado por Javé”. Macabeu era o codinome do terceiro filho de Matatias, chamado Judas, e depois foi estendido aos demais membros da família. Ver Judas Macabeu.

MACAS Localidade que provavelmente encontrava-se no território da tribo de Dã. A sua localização exata é desconhecida.

Macbanai Membro da tribo de Gad, foi um dos que seguiram Davi enquanto ele era perseguido pelo rei Saul.

Macbena Filho de Sua, neto de Madmena, bisneto de Saaf, trineto de Jadai, membro do clã de Caleb – filho de Hesron – e descendente de Judá. Provavelmente foi o fundador da localidade homônima.

Maceda A “Caverna de Maceda”. Foi ali que os reis de Jerusalém, de Hebron e de Jarmut esconderam-se após serem derrotados pelos hebreus e onde foram executados a mando de Josué. Essa localidade pertencia ao território da tribo de Judá e situava-se na região das planícies.

MACEDÔNIA Região situada ao norte da Tessália que, por sua vez, situava-se ao norte da antiga Grécia. Nela nasceu Alexandre, o Grande, que foi o conquistador de vários paises e o fundador dum vastíssimo império, sendo considerado um dos maiores gênios militares da história.

Maclot É citado em "Crônicas" como filho de Jeiel e de Maaca e descendente de Benjamim.

Macmas Localidade que atualmente ainda conserva a nome. Situa-se a cerca de 7 km a sudeste de Betel e a 12 km ao norte de Jerusalém.

Macmetat Região de fronteira da área que coube à tribo de Efraim. Situava-se defronte ao sul e ao sudeste de Siquém.

      MACNADBAI Descendente de Benui foi um dos líderes dos hebreus que retornaram do exílio babilônico.

Macnéias É citado em "Crônicas" como descendente de Levi e um dos  “Porteiros” do Templo em Jerusalém.

Macpela Nome da gruta onde Sara foi sepultada. Abraão comprou-a de Efron e na época em que a Bíblia foi escrita já se chamava Hebron, i e, o nome da localidade onde estava situada.

Macri É citado em "Crônicas" como descendente de Benjamim. Não há menção sobre a sua ascendência direta.

Madã Filho de Abraão e de Cetura, sua segunda esposa, neto de Taré, bisneto de Nacor, trineto de Serug e tetraneto de Reu.

MÁDABA (1) Localidade homônima ao planalto em que está situada e que conserva esse nome ainda hoje. Localiza-se a 25 km ao norte de Dibon, em Moab, e tornou-se célebre graças a um mapa da  “Terra Santa” que existe em um mosaico de suas dependências, descoberto em 1896.

MÁDABA (2) O planalto de Mádaba, situado no país de Moab, na Transjordânia, que se estendia até Hesebon.

Madai Povo descendente de Jafé e de Noé. Também são conhecidos como  “Medos”.

Madiã (MADIAN) (1) Povo nômade que vagava na região homônima, situada a nordeste do Mar Vermelho.  Foi ali que Moises refugiou-se após ter matado um egípcio que maltratava um israelita. Madian também é usado como sinônimo de “Arábia”.

Madiã (2) Filho de Abraão e de Cetura, sua segunda esposa, neto de Taré, bisneto de Nacor, trineto de Serug e tetraneto de Reu.

Madiãnitas Os descendentes de Madiã, ou os habitantes de Madiã (Madian). Ver Madiã (Madian).

Madmana (1) Localidade pertencente ao território da tribo de Judá. Situava-se no extremo sul, rumo à fronteira de Edom, no Negueb

Madmana (Madmena) (2) Filho de Saaf, neto de Jadai, membro de clã de Caleb, filho de Hesron, e descendente de Judá.

MADON Dessa localidade resta o nome na atual Hirbet-Madin, perto do cume Karn Hattin, a oeste do lago Tiberíades (Genesaré).

Maelet  Filha de Ismael, neta de Abrão, bisneta de Taré, trineta de Nacor e tetraneta de Serug. Maelet era irmã de Nabaiot e foi a terceira esposa de Esaú, o filho de Isaac.

MAGADÃ Localidade cuja posição geográfica é incerta. Alguns afirmam que se encontrava na margem oriental do lago Genesaré e, outros, que se situava ao sul do mesmo lago, na margem leste do rio Jordão, nos lugares que atualmente são chamados Má’ad e El Dalha Mije, vizinhos entre si. São Marcos chamou-a de “Dalmanuta”.

MAGBIS Localidade citada em "Esdras" como o berço de alguns dos israelitas que voltaram do exílio da Babilônia. A sua localização é incerta.

MÁGDALA Aldeia situada a 5 km ao norte de Tiberíades. Atualmente é chamada de El-Magdel.

Magdalel (MAGDA EL) Cidade que integrava a área destinada à tribo de Neftali quando ocorreu  a partilha das terras conquistadas pelos hebreus.

Magdiel Provável descendente de Esaú era o chefe de uma região no território de Edom.

Magdol Gad Localidade pertencente ao território da tribo de Judá. Situava-se na região de planícies.

Magdol Região limítrofe a Piairot e vizinha de Etam, no baixo Egito. Foi a segunda localidade onde os hebreus acamparam após a saída do Egito.

MAGEDO Localidade situada a 7 km a noroeste de Taanac, na planície de Esdrelon, no sopé do Monte Carmelo. Por causa de sua posição estratégica é muito citada na Bíblia devido às façanhas militares que se desenrolaram em seus arredores. Em relação às “Águas de Magedo” é uma referência ao vizinho rio Quison (Kison) e o seu afluente que banhava a cidade. Atualmente é chamada de Teel-El-Mutesellim.

      MAGFIS Ancestral de uma das famílias que retornaram do exílio babilônico. Não existem mais referências sobre seus parentescos.

Magog (1) Filho de Jafé,  neto de Noé, bisneto de Lamec, trineto de Matusalém e tetraneto de Henoc.

MAGOG (2) Nome que pode ser decomposto em “Matu” (terra ou região)  e Gog (Trevas) que resulta em “Terra das Trevas”, numa alusão aos inimigos dos judeus. Ver Gog.

Magron Vocábulo que provavelmente indicaria uma localidade. Porém, a existência da mesma é controversa.

Mahanaim Termo hebraico que significa: “tropas ou acampamento”. Localidade situada na Transjordânia, ao norte do rio Jaboc.

      MAÍDA Membro da classe dos “Oblatos” é citado em "Esdras" como o patriarca de uma das famílias hebréias que retornaram do exílio na Babilônia.

Maiman Levita que descendia de Caat e que exercia as funções de Sacerdote no Templo de Jerusalém quando da assunção do rei Davi ao trono de Israel.

Mair Filho de Calub, neto de Madmena, bisneto de Saaf, trineto de Jadai,  membro do clã de Caleb, filho de Hesron, e descendente de Judá.  

MAKED Localidade que provavelmente seja a atual Tell Mikdãd, a 11 km ao norte de Cheh Miskin, na Transjordânia.

MAKEDA Localidade cuja posição geográfica é incerta. Provavelmente situava-se na baixa região das colinas chamada Sefelã.

MALALAI Membro da classe dos Sacerdotes e um dos que retornaram do exílio babilônico e auxiliaram na reconstrução de Jerusalém.

Malaleel (1) Filho de Caimão ( Cainã ), neto Enós, bisneto de Set e trineto de Adão e Eva.

MALALEEL (2) Descendente de Farés e de Judá e ancestral de uma das famílias que retornaram do exílio babilônico.

MALAQUIAS – PROFETA Nome hebraico que significa  “Anjo [ou mensageiro] de Javé”. Os aspectos da vida e morte desse profeta são desconhecidos. Provavelmente viveu na época do império persa, aproximadamente na mesma época de Esdras e Neemias, durante o reinado de Artaxerxes I, Longimano (465-424 a.C.).

MALCO O criado do Sumo Sacerdote que, junto a outros, foi prender Jesus, o Messias no Getsâmani e teve a orelha decepada pelo Apóstolo Pedro.

Malcom (1) É citado em "Crônicas" como filho de Saaraim e de Hodes e na qualidade de chefe de um dos clãs da tribo de Benjamim.

Malcom (2) Termo hebraico que significa: “rei”. É o outro nome de Moloc, a divindade principal dos amonitas.

Mali (1) Ver Mooli.

Mali (2) É citado em "Crônicas" como filho de Musi. Cabe notar que os títulos de parentesco na Bíblia podem indicar outra relação que supera a familiar.

MALO Localidade citada "Macabeus 2" que foi presenteada a Antíoquides, concubina do rei Antíoco IV, Epífanes. Não há indicação de onde se localizava.

MALQUIAS (1) Descendente de Faros foi um dos líderes dos hebreus que retornaram do exílio babilônico.

      MALQUIAS (2) Descendente de Harim foi um dos que comandaram os hebreus durante o retorno da Babilônia.

MALQUIAS (3) Membro da classe dos Sacerdotes e um dos que retornaram do exílio babilônico e auxiliaram na reconstrução de Jerusalém.

MALQUIAS (4) Filho de Recab era o  “prefeito”  do distrito de Bet-Acarem e foi um dos que ajudaram na reconstrução de Jerusalém, após o exílio babilônico, sob a supervisão de Neemias.

MALQUIAS (5) Filho do rei Sedecias do "Reino de Judá". Foi na cisterna de sua casa que o Profeta Jeremias foi jogado e aprisionado para morrer de fome. Dali, Jeremias foi salvo por Ebedmelec. Ver Ebedmelec.

Malquias (6) Levita que descendia de Caat e que exercia as funções de Sacerdote no Templo de Jerusalém quando da assunção do rei Davi ao trono de Israel.

Malquiel Filho de Beria, neto de Aser, bisneto de Jacó, trineto de Isaac e tetraneto de Abrão.

MALQUIS Descendente de Faros foi um dos líderes dos hebreus que retornaram do exílio babilônico.

MALTA A ilha de Malta situa-se no mar Adriático, a oeste de Creta e ao sul de Siracusa e de Régio, no sul da Itália. Foi nela que o Apóstolo Paulo chegou após escapar de terrível tempestade ocorrida durante a sua viagem a Roma onde seria julgado.

Maluc Filho de Hasabias, neto de Amasias, bisneto de Helkias, trineto de Amasaí, tetraneto de Bani e descendente de Merari e de Levi. Era um dos líderes da classe dos Sacerdotes que voltaram do exílio babilônico sob a liderança de Zorobabel e foi o ascendente de Jonatan.

Mambré Um dos reis que foram aliados de Abrão.

MAMON Termo que deriva da palavra hebraica e aramaica “Mamona” que significa “dinheiro, riqueza”. É citada no sentido de contrapor a ganância excessiva ao desprendimento oriundo da fé no Senhor.

Maná Farinha que Javé fez cair do céu para alimentar os hebreus. Era branca como a semente de coentro e seu sabor era como bolo de mel. Os hebreus comeram-na durante quarenta anos, ou seja, até chegarem à terra de Canaã

Manaat (1) Filho de Sobal e neto de Seir, o horreu.

Manaat (2) Localidade pertencente ao território da tribo de Judá. Situava-se na região de montanhas e, conforme consta em "Crônicas", seu fundador foi Sobal, filho de Hur e neto de Caleb.

Manaateus Os habitantes de Manaat. Ver Manaat.

Manaém Filho de Gadi, foi quem matou o rei Selum e usurpou o trono do "Reino de Israel". Foi durante o seu reinado que Pul – rei da Assíria – invadiu o país, donde só saiu mediante o pagamento de quatro toneladas de prata. Manaém reinou por dez anos em Samaria e foi sucedido por Facéias, seu filho.

MANAEN Um dos profetas ou doutores da Igreja de Antioquia. Manaen foi criado na corte talvez por ter sido colaço de Herodes.

Manassés – PATRIARCA  O primeiro filho de José e de Asenet. Era neto de Jacó, bisneto de Isaac, trineto de Abrão e tetraneto de Taré. Igual a Efraim, seu irmão, foi o ancestral da tribo que originalmente cabia a José, seu pai. Seu nome é o particípio do verbo que significa  “esquecer”, ou seja, “esquecido”, pois com o seu nascimento Manassés tanto alegrou a José que esse pôde esquecer o seu triste passado.

Manassés (1) Filho e sucessor do rei Ezequias e de Hafisba. Tinha doze anos quando foi coroado e reinou por cinqüenta e cinco, em Jerusalém. Cometeu vários pecados e foi aprisionado pelos assírios e por esta razão converteu-se a Javé que o libertou e restituiu-lhe o trono. Após esses acontecimentos, Manassés tornou-se fiel ao Senhor e quando morreu foi sucedido por Amon, seu filho.

      MANASSÉS (2) Descendente de Faat-Moab foi um dos líderes dos hebreus que retornaram do exílio babilônico.

      MANASSÉS (3) Descendente de Hasum foi um dos comandantes dos judeus quando ocorreu o retorno do exílio babilônico.

MANASSÉS (4) Irmão de Onias I, era um dos Sumos Sacerdotes na época que Alexandre conquistou a Babilônia permitindo o retorno dos hebreus exilados.

MaNdrágoras Em hebraico “dudaim”. Plantas de cujas raízes os antigos extraiam um suco que acreditavam favorecer a fecundidade, vindo daí o interesse que despertava nas mulheres.

Manué Descendente de Dã e natural de Saraa,  Manué foi o pai de Sansão. Ver Sansão.

Maol É um nome que pode ser uma metátese de Hamul, filho de Farés e neto de Jacó.

MAON Localidade situada a cerca de 20 km a sudeste de Hebron. Atualmente é conhecida como Má’in que significa: “ruínas”. Provavelmente foi fundada por Samai, descendente de Judá. Alguns se referem a ela como Faran, o que não é correto.

Maonati Filho de Otoniel, neto de Kenaz (Cenez), bisneto de Ela, trineto de Caleb, tetraneto de Jefoné e descendente de Judá.

Maonitas Uma das tribos árabes que, provavelmente, tomavam o nome da localidade de Maan, situada um pouco ao oriente de Petra. Ou, então, os habitantes de Maon (atual Maãn) que foram subjugados por Ozias, soberano do "Reino de Judá", e que tendo sido incorporados à classe dos Oblatos seguiram-nos no retorno do exílio da Babilônia.

MAQUERONTE O castelo em cujo cárcere João Batista, o Precursor foi aprisionado por Herodes Antipas. Situava-se num rochedo a leste do Mar Morto, não longe da fronteira sul da Peréia.

Maqui Descendente de Gad e pai de Guel, um dos que foram explorar o país de Canaã conforme as ordens de Moisés

Maquir (1) filho de Amiel e residente em Lo-Dabar. Foi ele quem abrigou a Meribaal, filho de Jônatas e neto do rei Saul e, noutra época, a Davi que fugia de Absalão.

Maquir (2) Filho de Manassés, neto de José, bisneto de Jacó, trineto de Isaac e tetraneto de Abrão. Em "Crônicas" é citado como se fosse membro da tribo de Benjamim, provavelmente, por corrupção no texto ou, então, por graça das relações de parentesco de ordem materna.

MAR DA GALILÉIA  O outro nome do lago Genesaré. Os antigos hebreus não faziam distinção entre lagos e Oceano.

Mar de Arabá O Mar Morto, cujo principal afluente é o rio Arnon. O Mar de Arabá é o limite extremo sul do território hebreu.

MAR DE LÓ Nome dado pelos árabes ao Mar Morto.

MAR DE QUENERET É o lago de Genesaré (ou de Tiberíades). Os antigos hebreus não faziam distinção entre Mar e Lago. Ver Genesaré.

MAR DE SUF O mesmo que Mar Vermelho. Ver Mar Vermelho.

Mar Morto Lago fechado (formado por fontes subterrâneas) com 76 km de comprimento, largura máxima de 16 km e profundidade máxima de 400 metros. Devido à intensa evaporação o seu nível mantém-se constante e as suas águas contém a maior quantidade de sais em todo mundo. Também contém grande quantidade de betume, donde foi chamado de “Lago Asfaltite”, na Antiguidade. Essas duas características impedem qualquer tipo de vida, o que explica o seu nome.

MAR OCIDENTAL O Mediterrâneo.

MAR ORIENTAL O mesmo que Mar Morto. Ver Mar Morto.

Mar Salgado O mesmo que Mar Morto. Ver Mar Morto.

Mar Vermelho   Situado ao sul do deserto do Sinai, foi onde Deus separou as águas para que os hebreus escapassem de seus perseguidores egípcios.

Mara (1) Feminino de “mar” (= amargo), sendo, portanto, sinônimo de  “amarga”. Essa localidade, citada no Êxodo, provavelmente possuía uma das nascentes de água salobra que ainda existem na costa ocidental da Península do Sinai. Uma delas, atualmente, chama-se “Ayn Musa”, ou seja,  “Fonte de Moisés” dista uns 40 km do ponto aproximado em que ocorreu a travessia do Mar Vermelho e é, possivelmente, a que é citada na Bíblia. Esse adjetivo também foi adotado por Noemi (sogra de Rute) em razão da morte de seus dois filhos e de seu marido.

Marai Natural de Netofa e descendente de Zara e de Judá foi um dos chefes militares durante o reinado de Davi.

MARAÍAS Membro da família de Saraías era o  “Sacerdote Chefe” de seu clã no tempo de Joaquim, o filho de Jesus, neto de Sadoc e descendente de Levi.

MARANATÁ Palavra aramaica usada na liturgia e que pode ser dividida em duas formas: Maran Atha (Nosso Senhor veio) ou Marana Tha (O Senhor nosso, vem).

MARCHESUAN Nome em hebraico do mês que corresponde a Novembro.

MARCOS – EVANGELISTA Provavelmente São Marcos descendia de uma família cristã de Jerusalém e era primo de Barnabé (o levita natural de Chipre) e amigo e discípulo do Apóstolo Pedro. Antigas tradições atestam que Marcos evangelizou no Egito e que ali fundou a Igreja de Alexandria e encontrou a morte ao ser martirizado em razão de sua fé. Marcos é o autor do Segundo Evangelho, escrito por volta do 60o ano da Era Cristã, que nitidamente visava catequizar os romanos recém convertidos. No seu Evangelho, Marcos reproduz a história que lhe foi narrada pelo Apóstolo Pedro, testemunha ocular dos fatos, podendo-se dizer que foi um interprete do mesmo. Frequentemente o Apóstolo Pedro referia-se a ele como “seu filho espiritual”.

MARDOCAI Um dos hebreus exilados por Nabudonosor que retornaram à Palestina sob o comando de Zorobabel.

MARDOQUEU Filho de Jair, neto de Semei, bisneto de Kis  e descendente de Benjamim pela linhagem do rei Saul. Mardoqueu pertencia ao grupo de hebreus deportados e era o tio (ou primo)  de Ester. Graças a um diálogo que ouviu Mardoqueu pôde salvar o rei Xerxes (marido de Ester) de uma conspiração, o que lhe rendeu as benesses da corte e o cargo de primeiro comandante, abaixo apenas do rei. Mardoqueu é um nome próprio que deriva de “Marduk”, a divindade pagã do babilônios. Ver Ester e Amã.

MARDUK Uma das principais divindades babilônicas. Era o gênio tutelar do país e personificava-lhe o poder.

MAREMOT Filho de Urias, neto de Acos e descendente de Levi foi um dos que ajudaram na reconstrução de Jerusalém, após o exílio babilônico, sob a supervisão de Neemias.

MARESA (MARISA) Localidade situada a nordeste de Láquis e a noroeste de Hebron. Suas ruínas são encontradas em Tel-Sandahanna, perto de Bet-Gibrin.

Maret Localidade do território da tribo de Judá que se situava na região de montanhas.

Maria – A VIRGEM Nascida no ano 20 aC., em Nazaré na Galiléia, era filha de Ana e de Joaquim, o Sacerdote da Sinagoga local. Maria descendia da linhagem de Rute e de Davi e teve uma infância normal e alegre. Quando sua mãe soube estar grávida, após uma longa esterilidade, pensou que gerava um menino e fez o voto de consagrá-lo ao Templo (similar ao ocorrido com o Profeta Samuel) e assim o fez quando a menina completou três anos. Quanto ao seu pai, Maria não chegou a conhecê-lo posto que ele faleceu antes de seu nascimento. Por graça Divina, os guardiões do Templo de Jerusalém aceitaram-na (normalmente só os meninos eram aceitos) e designaram Zacarias (esposo de sua tia materna chamada Elisabete) para tutelá-la. Maria tornou-se uma jovem bela, graciosa e muito estudiosa das Sagradas Escrituras. Durante essa fase recebia com freqüência a visita de Anjos que já lhes anunciavam que fora ela a escolhida por Deus. Ao completar doze anos adquiriu o “gedulah”, ou seja, a autorização legal para casar e sua mãe levou-a para passar certo tempo em Nazaré onde um parente seu, José (homem mais velho, honesto e carpinteiro de profissão, também da linhagem de Davi) pediu-lhe em casamento. A principio Maria recusou, pois sempre ouvira que o Messias nasceria de uma Virgem, porém, para não contrariar a família, aos quatorze anos ficou noiva de José e regressou a Jerusalém. No ano seguinte, em certa noite, Deus convidou-a para ser a mãe do Messias e por ação direta do Espírito Santo Maria engravidou. Teve que suportar a desconfiança de José e correu o risco de ser apedrejada como era o costume na época. Todavia, José, num sonho divinal, foi avisado da santidade daquela gravidez e desposou-a antes que a gestação ficasse evidente para os outros. Ao dezesseis anos, estando de passagem por Belém para cumprir o dever civil de se recensear, Maria deu à luz o Messias, numa humilde manjedoura. Poucos dias depois a família teve que fugir para o Egito para escapar do infanticídio decretado por Herodes que temia que tivesse nascido o “rei terreno” que lhe tomaria o poder. Após seis meses Herodes morreu e Maria e sua família retornaram para Nazaré onde, segundo alguns, teve uma vida normal de esposa e de mãe de outros filhos. Para outros, porém, manteve-se intocada e foi mãe apenas de Jesus, o Messias. O certo é que por volta do ano 20 dC., enviuvou e passou a acompanhar Jesus, o Messias em suas peregrinações e sofreu com ele toda a sua paixão e o viu morrer na cruz. Após a Assunção de Jesus ao céu, Maria permaneceu em contato com os discípulos do Mestre que vinham em freqüentes caravanas ouvir-lhe. Segunda a tradição morreu aos setenta e dois anos de idade (em 52 dC.) e a partir de então a sua faceta de co-redentora com Cristo solidificou-se.

Maria – SALOMÉ Foi uma das três Marias que serviam a Jesus, o Messias. Era casada com Zebedeu e foi a mãe de João (Marcos) Evangelista e do Apóstolo Tiago Maior. Segundo a tradição, era prima da Virgem Maria e após a morte de Jesus mudou-se para Veroli, na Itália, onde terminou os seus dias pregando o Evangelho.

Maria (MARIAM, MIRIAM) Irmã de Aarão e de Moisés, filha de Aram, neta de Caat, bisneta de Levi, trineta de Jacó e tetraneta de Isaac.

Maria A irmã de Marta e de Lazaro (que foi ressuscitado) que hospedaram o Messias em certa ocasião. Maria dedicou-se a ouvir a mensagem do Nazareno e a ungir-lhe com odorífero perfume, negligenciando os cuidados materiais, o que lhe valeu a reprimenda da irmã, mas, em contrapartida, o elogio do Nazareno por ter privilegiado os valores espirituais que são eternos. A sua identificação com Maria de Mágdala é controversa

Maria Citada pelo Apóstolo Paulo em sua Epístola aos Romanos era uma fiel discípula do Cristianismo.

Maria CLEÓFAS A esposa de Cleófas (ou Alfeu) e a mãe do Apóstolo Judas Tadeu. Foi uma das três Marias que seguiram os passos de Jesus, o Messias até a sua crucificação.

Maria DE MÁGDALA O mesmo que Maria Madalena. Ver Maria Madalena.

Maria Esposa de Cleófas (Zebedeu) e mãe dos apóstolos Tiago Maior e João. Maria era prima ou irmã da mãe de Jesus, o Messias.

Maria MADALENA Também chamada de Maria de Mágdala, para muitos estudiosos era uma mulher pecadora oriunda de Mágdala que foi libertada por Jesus de sete demônios e a partir daí passou a acompanhá-lo, entre outras mulheres, seguindo um costume relativamente comum na época.

Mariam Filho de Jeter, neto de Ezra e descendente de Judá.

MARISA O mesmo que Maresa. Ver Maresa.

Marma É citado em "Crônicas" como filho de Saaraim e de Hodes e na qualidade de chefe de um dos clãs da tribo de Benjamim.

MAROT Localidade citada em  “Miquéias” cuja posição geográfica é desconhecida.

MARSENA Um dos sete príncipes da Pérsia e da Média que tinham acesso ao rei Xerxes I e que ocupavam os cargos mais importantes do governo.

MARTA Irmã de Lazaro e de Maria, hospedou a Jesus, o Messias numa certa ocasião quando se mostrou excessivamente preocupada em servir-lhe, sem que atentasse para a sua pregação, ao contrário de sua irmã. Esse comportamento causou-lhe uma reprimenda por parte do Nazareno visto que o apego excessivo à matéria (em si degradável) pode prejudicar a atenção para os verdadeiros valores morais e espirituais.

Masal “Cidade refúgio” cedida pela tribo de Aser para os levitas que descendiam de Gerson, os Gersonitas.

Maserefot O mesmo que Masrefot-Main. Ver Masrefot-Main.

Masfa (MASFE) de Moab Provavelmente algum terreno elevado, situado a oeste de Mádaba.

MASFA DE GALAAD Monte situado no território de Galaad, na Transjordânia.

MasfA Local indicado para as reuniões, particularmente as religiosas, pelo fato de sua topografia favorecer a ressonância da voz. Situava-se numa elevação quase na frente de Gabaa, da qual distava cerca de 5 km em linha reta, nas proximidades de Betel, na área da tribo de Efraim. Nela é que se situa o monte Hermon. Atualmente é chamada de “Nebi Samuil”. Masfa é um nome hebraico que significa: “lugar elevado” e, além da supra citada, é o nome de várias outras localidades similares quanto à destinação e à topografia.

Masma (1) Filho de Mabsam, neto de Salum, bisneto de Saul, trineto de Simeão e tetraneto de Jacó.

Masma (2) Filho de Ismael, neto de Abrão e de Agar, bisneto de Taré, trineto de Nacor e tetraneto de Serug.

Masmana Membro da tribo de Gad, foi um dos que seguiram Davi enquanto ele era perseguido pelo rei Saul.

Masobab Membro da tribo de Simeão, era chefe de seu clã. Como seus pares era pastor nômade e vagava pelo deserto que circunda Gerara.

Masraa Povo que é citado em "Crônicas" como descendente de Sobal, o filho de Hur e neto de Caleb. Seriam os ancestrais dos Sarateus e dos Estaolitas.

MASREFOT MAIN Termo hebraico que significa “queimaduras de águas” (talvez águas termais). Localidade que provavelmente seja a moderna Hirbet El-Meserifa, na costa do Mediterrâneo, a cerca  de 14 km ao norte de Aco (Aca).

Massa e Meriba O nome dado por Moisés à localidade onde a água jorrou de uma rocha. Massa significa “Tentação” e Meriba significa “Discussão” e é uma alusão às criticas que ali ele sofreu.

Massa Filho de Ismael, neto de Abrão e de Agar, bisneto de Taré, trineto de Nacor e tetraneto de Serug.

MASSORÉTICO Termo que deriva de “Massorá” que em hebraico significa “tradição”. Massorá  é o conjunto de comentários críticos e gramaticais da Bíblia, sobretudo do Antigo Testamento, feitos pelos doutores judeus.

MATÃ (MATAT) O bisavô de Jesus, o Messias. Foi o pai de Jacó, o avô de José e era filho de Eleazar, neto de Eliud e descendente da linhagem do rei Davi.

Matan (Matã) O sacerdote do deus pagão Baal, durante o reinado de Atalia no "Reino de Judá". Igual à rainha, Matan foi executado quando o príncipe Joás foi coroado.

Matana Localidade onde os hebreus acamparam após a estada em Beer, durante o Êxodo.

MATANIAS (1) Descendente de Elam foi um dos líderes dos hebreus que retornaram do exílio babilônico.

MATANIAS (2) Descendente de Faat-Moab foi um dos que comandaram os judeus quando ocorreu o retorno do exílio babilônico.

MATANIAS (3) Descendente de Zatu era um dos chefes das famílias hebréias que voltaram do exílio babilônico.

MATANIAS (4) Filho de Mica, neto de Zabdi (ou Zacur, ou Zecri), bisneto de Asaf e descendente de Levi era o chefe de uma das famílias de levitas que serviam no Templo como  “Porteiros” ou como “Cantores” na época de Neemias governador e de Esdras Sacerdote, após o exílio babilônico.

Matanias (SEDECIAS) Tio e sucessor do rei Jeconias no "Reino de Judá". Tinha vinte e um anos quando foi coroado e reinou por onze em Jerusalém. Matanias cometeu vários pecados contra Javé e no 9o ano de seu reinado Nabucodonosor atacou Jerusalém e cercou a cidade por dois anos. Matanias e sua família fugiram rumo à Arábia, mas foram presos e Nabucodonosor II mandou degolar os seus filhos – na sua presença, furou-lhe os olhos e o levou cativo para a Babilônia. Por ordem do rei da Babilônia (que o impôs como sucessor),  passou a chamar-se Sedecias.

      MATATA Descendente de Hasum foi um dos líderes dos hebreus que retornaram do exílio babilônico. 

      MATATIAS (1) Descendente de Nebo era o ancestral de uma das famílias hebréias que retornaram do exílio babilônico.

MATATIAS (2) Filho de Absalão, é citado em "Macabeus I" como um dos leais comandantes das tropas de Jônatas, dos Macabeus.

Matatias (3) Filho de Idutun e descendente de Levi era um dos “Cantores” do Templo em Jerusalém.

MATATIAS (4) Filho de João, neto de Simeão e descendente de Joarib – da linhagem de Finéias e de Aarão. Matatias era natural de Jerusalém, domiciliado em Modin e membro da classe dos Sacerdotes. Foi o pai de valorosos guerreiros (os Macabeus) que lutaram contra os Selêucidas e outros inimigos dos hebreus.

MATATIAS (5) Filho de Simão – dos Macabeus – era um valoroso guerreiro. Junto com seu pai foi morto por Tolomeu no  “Forte Doc”.

MATENAI Membro do clã de Joiarib era o  “Sacerdote Chefe”  de sua família no tempo de Joaquim, o levita filho de Jesus e neto de Sadoc, após o exílio babilônico.

MATEUS – Apóstolo Natural de Carfanaum e apelidado de Levi, Mateus era cobrador de impostos, profissão que lhe onerava a antipatia de seus conterrâneos. Num certo dia foi chamado em sua banca por Jesus, o Messias e a partir de então  o seguiu em suas peregrinações, viu os seus milagres e ouviu os seus ensinamentos, os quais compilou em seu Evangelho que originalmente foi escrito em aramaico. Segundo a tradição, após a morte do Messias, Mateus pregou na Palestina, na Etiópia (onde ressuscitou a filha de um rei), na Arábia e na Pérsia onde foi martirizado. Embora o seu nome possa ser uma derivação de “Matatias”, os seus escritos não devem ser confundidos com as traduções e outras associações com as obras do Apóstolo Matias (o que substituiu Judas Iscariotes) não obstante o seu Evangelho, em hebraico, ser chamado de “Evangelho de Matias”.

MATIAS – APÓSTOLO O escolhido pelos onze Apóstolos para suceder a Judas Iscariotes. Segundo Santo Eusébio, Matias fazia parte do “Grupo dos 72”  discípulos mais próximos dos Apóstolos, mas pouco se sabe dele.

      MATNAI Descendente de Hasum foi um dos líderes dos hebreus que retornaram do exílio babilônico.

Matusael Filho de Maviael, neto de Irad, bisneto de Henoc, trineto de Caim e tetraneto de Adão e Eva.

Matusalém Filho de Henoc, neto de Jared, bisneto de Malaleel, trineto de Cainã, tetraneto de Enós e descendente de Set, o 3o  filho de Adão e Eva. Matusalém foi o avô de Noé e, segundo a tradição, viveu 969 anos, daí ser apontado como exemplo de longa vida.

Maviael Filho de Irad, neto de Henoc, bisneto de Caim e trineto de Adão e Eva.

MECONA Localidade citada em “Neemias” como o domicilio dos descendentes de Judá que retornaram do exílio babilônico. A sua localização exata é desconhecida.

Medaba Localidade situada junto ao rio Arnon, na fronteira entre Moab e Amon, na Transjordânia.

Medad Ancião contemporâneo de Moisés na época do Êxodo. Junto com mais alguns, Medad teve o dom de profetizar por um breve tempo, conforme o pedido de Moisés a Javé, que queria dividir com eles as suas responsabilidades de líder.

Média Região oriental da Assíria cuja capital era Ecbátana, atual Hamadã, no Irã. Ali foram aprisionados os israelitas deportados durante o reinado de Oséias.

Medin Localidade pertencente ao território da tribo de Judá. Situava-se na região desértica.

MEFAAT Provavelmente seja a hodierna Hirbet-Nefa’a, localidade situada a noroeste de Hesban, na Transjordânia.

Mefiboset Grafia alternativa e comumente empregada para Meribaal.

Meguido O mesmo que Magedo. Ver Magedo.

Mejarcon Rio que desemboca a cerca de 6 km ao norte de Jafa, na costa do Mediterrâneo. Atualmente é chamado de “Augia” que significa: “o tortuoso”. Esse nome também é dado ao território adjacente.

MELATIAS Natural de Gabaon, foi um dos que ajudaram na reconstrução de Jerusalém, após o exílio babilônico, sob a supervisão de Neemias.

Melca (1) Filha de Arã (Aram) e esposa (e sobrinha) de Nacor. Era neta de Taré, bisneta de Nacor, trineta de Serug, tetraneta de Reu  e sobrinha de Abrão.

Melca (2) Filha de Salfaad, neta de Héfer, bisneta de Galaad, trineta de Maquir, tetraneta de Manassés e descendente de José, filho de Jacó.

Melcart Nome próprio dado a Baal, a divindade nacional de Tiro.

MELCOM Divindade pagã dos amonitas. O outro nome de Moloc.

Melec (1) Filho de Mica, neto de Jônatas, bisneto do rei Saul, trineto de Kis (Cis), tetraneto de Jeiel e descendente de Benjamim.

Melec (2) Outra forma de grafar Melcom, o deus pagão dos amonitas.

Meloti Filho de Heman e descendente de Levi era um dos “Cantores” do Templo em Jerusalém.

MELQUI Segundo o Evangelho de Lucas, Melqui foi o tetravô paterno de Jesus, o Messias.

Melquias (1) Filho de Atnai, neto de Zara, bisneto de Adaia, trineto de Etan, tetraneto de Zama e descendente de Gerson e de Levi.

Melquias (2) Filho de Maasai, neto de Adiel, bisneto de Jazera, trineto de Mesulam, tetraneto de Mesilemit e membro da linhagem dos sacerdotes. Foi o patriarca de uma das famílias hebréias que retornaram do exílio babilônico.

Melquiel Filho de Beria, neto de Aser, bisneto de Jacó, trineto de Isaac e tetraneto de Abrão.

Melquiram Filho de Jeconias, neto de Joaquim, bisneto de Josias e descendente do rei Salomão.

Melquisedec Rei e Sacerdote de Jerusalém, antes do domínio dos hebreus. Melquisedec é uma personagem misteriosa, mas sabe-se que nutria amizade por Abrão a quem fez calorosa aclamação quando este conseguiu resgatar Ló, na época da “Guerra dos cinco Reis”. Em “Hebreus”  alude-se que Melquisedec seria superior ao próprio Abrão que lhe pagou dízimos de suas conquistas. É uma alusão oblíqua à uma eventual  coincidência entre Jesus e Melquisedec.

Melquisua Filho do rei Saul, neto de Cis, bisneto de Abiel, trineto de Seror, tetraneto de Becorat e irmão de Jônatas.

MELSAR Alguns autores traduzem esse termo hebraico como  “cantineiro”. Outros julgam que poderia ser o nome próprio do profissional encarregado dos mantimentos.

MEMUCÃ Um dos sete príncipes da Pérsia e da Média que tinham acesso ao rei Xerxes I e que ocupavam os cargos mais importantes do governo.

Menefta O Faraó do Egito que reinava na época em que os hebreus saíram do cativeiro egípcio. Estima-se que essa saída ocorreu por volta de 1.200 a.C., porém, essa data e o nome do Faraó são objetos de controvérsias.

MENELAU Judeu renegado e traidor que viveu no tempo de Judas Macabeu. Foi ele quem sucedeu ilegalmente a Jasão (também ilegítimo) no posto de Sumo Sacerdote, cargo ao qual galgou prometendo vultoso suborno ao rei babilônico, mas como não honrou essa divida foi afastado do cargo e sucedido por Alcimo.

MÊNFIS Cidade egípcia  situada ao sul do Cairo, na extremidade do baixo Egito.

MENI (1) Divindade aramaica que personificava o Destino.

MENI (2) País situado ao norte da Assíria. O  “Manai” dos assírios.

Menit Localidade situada a cerca de 14 km a sudeste de Rabat, no sul do território de Galaad.

Meola Provavelmente é o mesmo que Abel-Meúla. Ver Abel-Meúla.                                                      

Meraiot (1) É citado em "Crônicas" como filho de Aquitob e membro da linhagem dos sacerdotes.

Meraiot (2) Filho de Zaraías, neto de Ozi, bisneto de Boki, trineto de Abisua, tetraneto de Finéias e descendente de Levi.

MERAIOT (3) Filho de Aitub e membro da classe dos Sacerdotes na Jerusalém reconstruída após o exílio babilônico.

Merala Localidade que integrava a área destinada à tribo de Zabulon. Também é chamada de Berala, em algumas versões.

     MERARI (1) Descendente de Simeão, era da linhagem da qual descendeu a heroína Judite. Ver Judite.

Merari (2) Filho de Levi, neto de Jacó e Lia, bisneto de Isaac, trineto de Abrão e tetraneto de Taré. O ancestral da  linhagem dos “meraritas”.

Meraritas Os integrantes dos clãs de Mooli e de Musi, filhos de Merari, netos de Caat e bisnetos de Levi.

MERATAIM Termo hebraico que significa  “dupla rebelião”. O nome de uma região na antiga Babilônia.

Mered Filho de Ezra e membro da tribo de Judá. O texto, em "Crônicas", não fornece mais referências sobre a sua ascendência.

MEREMOT (1) Filho do Sacerdote Urias e neto de Acos foi um dos líderes da classe dos Sacerdotes que voltaram do exílio babilônico sob a liderança de Zorobabel. Meremot era o ascendente de Helcai.

MEREROT Outra forma de grafar Meremot (filho de Urias). Ver Meremot.

MERES Um dos sete príncipes da Pérsia e da Média que tinham acesso ao rei Xerxes I e que ocupavam os cargos mais importantes do governo.

MERIBÁ DE CADES Localidade que se situava no deserto de Sin.

Meribaal (1) Filho de Jônatas, neto do rei Saul, bisneto de Cis, trineto de Abiel, tetraneto de Seror e descendente de Benjamim. Analogamente a “Jerubaal” este nome pode significar um codinome de Gedeão, isto é, “defensor de Baal ou defensor do Senhor”.

Meribaal (2) Filho do rei Saul com a sua concubina chamada Resfa. Habitualmente é grafado como Mefiboset.

Merob Filha do rei Saul, neta de Cis, bisneta de Abiel, trineta de Seror e tetraneta de Becorat. Embora tivesse sido prometida como esposa para Davi, o rei Saul casou-a com Adriel de Meola.

MeroDAC Baladã Filho de Baladã e rei da Babilônia. Foi ele quem anistiou e protegeu o rei Jeconias.

MEROM O riacho Merom (ou “As Águas de Merom”) provavelmente corresponda a atual Meirun, a cerca  de 6 km a nordeste de Bet-Anat, na alta Galiléia, onde muitas nascentes dão origem ao “Uadi” (ribeirão) Meirun.

Meroneteu Natural ou habitante de uma localidade situada no território da tribo de Benjamim. A sua localização exata é desconhecida.

Meroz Aldeia desconhecida que foi atravessada por Sísara (o chefe do exército do rei Jabin, de Canaã) durante a sua fuga. Ver Sísara e Jael.

MERRÃ (MERRAN) Provavelmente é a região habitada pelos  “Maranitas”, segundo os geógrafos gregos. Situava-se no Hegiaz setentrional onde ainda hoje há o  "Uadi" (ribeirão) Marr.

Mes Descendente de Aram, neto de Sem, bisneto de Noé, trineto de Lamec, tetraneto de Matusalém e descendente de Set, o 3o filho de Adão  e Eva.

Mesa (1) É citado em "Crônicas" como filho de Saaraim e de Hodes e na qualidade de chefe de um dos clãs da tribo de Benjamim.

Mesa (2) Filho primogênito de Caleb e de Efrata, neto de Farés, bisneto de Judá, trineto de Jacó e tetraneto de Isaac.

Mesa (3) Região habitada pelos descendentes de Jectã (Jecsã), filho de Abrão e de Cetura, sua segunda esposa.

Mesa (4) Rei de Moab sobre quem há uma inscrição laudatória erigida em Diban (a antiga Dibon) que foi encontrada em 1.868 e que, atualmente, fica exposta no Museu do Louvre em Paris. Nela há menção de suas reivindicações territoriais contra o domínio dos hebreus.

Mesalemet Filha de Haruas, natural de Jeteba, foi a mãe de Amon, o sucessor do rei Manassés no "Reino de Judá".

Mesalemias Pai de Zacarias é citado em "Crônicas" como um dos “Porteiros” do Templo em Jerusalém.

MESALOT Nas proximidades de Genin encontra-se atualmente a localidade chamada de Mesalia que poderia ser a antiga Mesalot. Alguns, porém, em "Macabeus I", lêem “Galiléia” em lugar de Galgala e situam Mesalot a noroeste de Tiberíades.  

MESEZABEL Descendente de Zara e de Judá, era o pai de Fataías, o auxiliar direto (para os assuntos não religiosos do povo) do “rei” da Jerusalém reconstruída após o exílio babilônico, Também foi o pai de Berequias (Baraquias) e o avô de Mesulam que foi outro que ajudou na reconstrução da cidade.

MESFAR (MESFARAT) Um dos hebreus exilados por Nabudonosor que foram anistiados pelo Imperador Ciro e voltaram para a Judéia sob o comando de Zorobabel

MESFARAT O mesmo que Mesfar. Ver Mesfar.

MESILAMOT O mesmo que Mesilemit. Ver Mesilemit.

Mesilemit (MESILAMOT) É citado em "Crônicas" como filho de Emer e membro da linhagem dos sacerdotes.

Mesobab É citado em "Crônicas" como descendente de Simeão e um dos líderes de sua tribo.

Mesolam Pai de Aslias e avô de Safã, o secretário durante o reinado de Josias.

MESOPOTÂMIA A região localizada entre os rios Tigre e Eufrates, ao sul da Assíria e ao norte da Caldéia e do Golfo Pérsico. Diferentemente do Egito a Mesopotâmia não se uniu sob um governo central e toda a região era dividida em  “Cidade-Estado”, as quais, periodicamente dominavam toda a região.  Nela, desenvolveram-se várias civilizações que, igual aos egípcios, tiveram que se adaptar ao fluxo de seus rios. Algumas dessas civilizações foram: a dos Sumérios, a dos Acádios, a dos Amoraítas (ou babilônicos), a dos Assírios e a dos Caldeus (novos babilônicos).

Mesraim  O mesmo que Misraim.  Ver Misraim.

Messal Localidade que integrava a área destinada à tribo de Aser quando ocorreu  a partilha das terras conquistadas pelos hebreus

Messe A “Festa da Messe” é celebrada sete semanas após o inicio da colheita de trigo.

MESSIAS Termo aportuguesado do vocábulo hebraico  “mesiah” que significa  “o ungido”.

Messulan Filho de Elfaal, neto de Elfaal (homônimo do filho),  bisneto de Saaraim e de Husim e chefe de um dos clãs da tribo de Benjamim.

Mesulam (1) Filho de Abiail, neto de Huri, bisneto de Jaroá, trineto de Galaad, tetraneto de Micael e descendente de Gad.

Mesulam (2) Descendente de Caat e de Levi era um dos chefes dos trabalhos da reforma do Templo em Jerusalém que foi determinada pelo rei Josias.

Mesulam (3) É citado em "Crônicas" como filho de Asanua e descendente de Benjamim.

Mesulam (4) Filho de Safatias, neto de Rauel, bisneto de Jebnia e descendente de Benjamim.

Mesulam (5) Filho de Mesilemit, neto de Emer e membro da linhagem dos sacerdotes.

Mesulam (6) Filho de Sadoc, neto de Meraiot, bisneto de Aquitob e membro da linhagem dos sacerdotes.

      MESULAM (7) Descendente de Bani foi um dos líderes dos hebreus que retornaram do exílio babilônico.

MESULAM (8) Descendente de Levi e chefe de uma das famílias de levitas que serviam no Templo como  “Porteiros”, na época de Joaquim – filho de Jesus e neto de Sadoc – e de Neemias governador e de Esdras Sacerdote.

MESULAM (9) Filho de Berequias, neto de Mesezabel e descendente de Judá foi um dos que ajudaram na reconstrução de Jerusalém, após o exílio babilônico, sob a supervisão de Neemias.

MESULAM (10) Filho de Besodias, foi um dos  líderes dos hebreus que retornaram do exílio babilônico.

MESULAM (11) Filho de Joed, neto de Fadaías, bisneto de Colaías, trineto de Maaséias, tetraneto de Eteel e descendente de Benjamim. Era um dos líderes dos hebreus que se estabeleceram na Jerusalém reconstruída durante o governo de Neemias após o exílio babilônico.

MESULAM (12) Filho de Sadoc, neto de Meraiot, bisneto de Aitub e membro da classe dos Sacerdotes na Jerusalém reconstruída após o exílio babilônico.

MESULAM (13) Membro da família de Esdras era o  “Sacerdote Chefe”  de seu clã no tempo de Joaquim, o levita filho de Jesus e neto de Sadoc.

MESULAM (14) Membro da família de Genaton era o  “Sacerdote Chefe”  de seu clã no tempo do retorno da Babilônia.

METABEEL Pai de Dalaías e avô de Semaías que foi quem abrigou Neemias quando ocorreu a traição de Noedias.

Metri Descendente de Benjamim e ancestral do clã de onde nasceu o rei Saul.

      MEUMÃ Um dos sete eunucos que serviam diretamente ao rei Xerxes I, da Pérsia.

Meza Filho de Rauel, neto de Esaú e de Basemat, bisneto de Jacó, trineto de Isaac e tetraneto de Abrão.

MIAMIM (MIAMIN) Descendente de Faros era um dos líderes da classe dos Sacerdotes que voltaram do exílio babilônico sob a liderança de Zorobabel.

Mibar Filho de Agarai era um dos chamados "Heróis de Davi". Estes, compunham um grupo de proeminentes guerreiros fiéis ao rei Davi.

Mica (1) Filho de Meribaal, neto de Jônatas, bisneto do rei Saul, trineto de Cis (Kis), tetraneto de Abiel e descendente de Benjamim.

Mica (2) Habitante da montanha de Efraim foi ele quem acolheu o sacerdote itinerante chamado Jônatas.

Mica (MICAS) (3) Filho de Semei, neto de Gog, bisneto de Joel, trineto de Carmi e tetraneto de Rúben, o primogênito de Jacó.

Mica (4) Filho de Zecri, neto de Asaf e descendente de Levi.

Mica (5) Filho de Oziel, neto de Caat, bisneto de Levi, trineto de Jacó e tetraneto de Isaac.

MICA (6) Filho de Zabdi, neto de Asaf e descendente de Levi era o ancestral de uma das famílias que retornaram do exílio babilônico.

MICA (7) Filho de Zacur, neto de Asaf e trisavô de Zacarias que era membro da classe dos Sacerdotes e foi um dos que regressaram do exílio babilônico.

Micael (1) Filho de Izraia, neto de Ozi, bisneto de Tola, trineto de Issacar e tetraneto de Jacó.

Micael (2) Filho de Abiail, neto de Huri, bisneto de Jaroá, trineto de Galaad, tetraneto de Micael e descendente de Gad.

Micael (3) Filho de Jasisi, neto de Jado, trineto de Buz e descendente de Gad.

Micael (4) É citado em "Crônicas" como descendente de Caat e de Levi. Cabe registrar que os termos: “filho, pai e irmão”, empregados na Bíblia podem ter o sentido mais amplo que o da descendência direta.

Micael (5) Filho de Beria, neto de Elfaal, bisneto de Saararaim e de Husim  e chefe de um dos clãs da tribo de Benjamim.

Micael (6) Filho de Baasías, neto de Melquias, trineto de Atnai, tetraneto de Zara e descendente de Gerson e de Levi.

Micael (7) Filho de Josafá, neto de Asa, bisneto de Abias, trineto de Roboão e tetraneto do rei Salomão.

MICAÍAS Membro da classe dos Sacerdotes e um dos que retornaram do exílio babilônico e auxiliaram na reconstrução de Jerusalém.

MicAl Filha do rei Saul, neta de Cis, bisneta de Abiel, trineta de Seror e tetraneta de Becorat. Embora tivesse sido prometida como esposa para Davi, o rei Saul casou-a com Falti (el) numa segunda núpcias.

Micas Pai de Acobor e um dos Sacerdotes durante o reinado de Josias.

MIGDOL Localidade situada na fronteira norte do Egito.

Miguel (1) Descendente de Aser e pai de Setur, um dos exploradores que Moisés enviou ao país de Canaã.

      MIGUEL (2) Descendente de Safatias e pai de Zabadias que foi um dos comandantes dos hebreus no retorno do exílio babilônico.

MIGUEL (3) O nome do anjo protetor dos hebreus e, posteriormente, dos cristãos.

Milcom Ver Malcom.

MILETO Localidade situada na costa ao sul de Éfeso, no sentido nordeste da ilha de Creta.

Milo Obra de fortificação iniciada durante o reinado de Davi. O nome de um aterro situado, provavelmente, na extremidade noroeste de Jerusalém. Milo, em hebraico significa: “enchimento”.

MINIAMIM Membro da classe dos Sacerdotes e um dos que retornaram do exílio babilônico e auxiliaram na reconstrução de Jerusalém. Em hebraico é o mesmo que Mianin (=à direita) o que talvez signifique “bom augúrio”.

MINIT Localidade situada no território dos amonitas, a cerca  de 14 km a sudeste de Rabat, na Transjordânia.

MIQUÉIAS – PROFETA Nascido em Moreset, pequena aldeia no sudoeste da Judéia, era contemporâneo do Profeta Isaías (738-700 a.C.) e do rei Joatão. Os outros aspectos da sua vida e de seu fim são desconhecidos. O autor de  “Vidas dos Profetas” afirma que Miquéias teria sido martirizado no reinado de Jorão, porém, há fortes evidências que ele confundiu o profeta com um homônimo, filho de Jemla, que viveu pelos menos um século antes.

MIQUÉIAS (1) Filho de Gamarias e neto de Safan. Foi ele quem relatou aos ministros do rei Eliacim o conteúdo do livro das profecias do Profeta Jeremias.

Miquéias (2) Filho de Jemla, foi um Profeta verdadeiro, porém não deixou nada por escrito. Sobre a sua vida e morte pouco se conhece.

MIRA O primeiro dos portos da região da Licia. Ver Licia.

MIRIAM A irmã de Moisés que também é chamada de Maria.

MIRRA Espécie de resina aromática.

Misaam É citado em "Crônicas" como filho de Elfaal, neto de Saaraim e de Husim e como um dos chefes dos clãs da tribo de Benjamim.

MISAC O nome dado a Misael quando este foi escolhido, junto com o Profeta Daniel, para servir na corte de Nabucodonosor. Misael foi um dos que se recusaram a prestar adoração à estatua pagã erigida sob as ordens do rei, o que lhe custou a pena de ser queimado vivo numa fornalha, da qual, Javé, a quem sempre fora fiel, o salvou.

MISAEL (1) Citado em  “Neemias” é o ancestral de uma das famílias hebréias que retornaram do exílio babilônico.

Misael (2) Filho de Oziel, primo de Moisés, neto de Caat, bisneto de Levi, trineto de Jacó e tetraneto de Isaac.

MISIA Região situada na parte noroeste da Ásia Menor, entre os mares Egeu e Bósforo.

MISNA A codificação dos usos e costumes civis dos judeus que foi realizada no 1o século da Era Cristã.

Misraim É o nome semítico do Egito. Misraim foi filho de Cam, neto de Noé, bisneto de Lamec, trineto de Matusalém, tetraneto de Henoc e o ancestral dos egípcios.

MITILENE A capital da ilha de Lesbos, na Grécia.

MITRÍADES O tesoureiro do Imperador Ciro na época da anistia dos hebreus do exílio babilônico.

MITRÍDATES (1) Membro da corte do imperador Artaxerxes I, foi um dos que escreveram ao imperador difamando os judeus retornados do exílio babilônico e criticando a reconstrução do Templo em Jerusalém.

MITRIDATES (2) Ver  “Partos”.

MNASÃO. Ardoroso cristão que hospedou o Apóstolo Paulo e sua comitiva durante a viagem de Cesárea a Jerusalém.

Moab (1) Termo hebraico que significa: “Sêmen do Pai”. Moab era filho de Ló e de sua filha mais velha, Melca, neto de Aram, bisneto de Taré, trineto de Nacor, tetraneto de Serug e sobrinho-neto de Abrão. Moab foi o ancestral dos moabitas.

Moab (2) País situado ao sul de Amon, a  sudeste do Mar Morto, na Transjordânia. Região destinada por Javé para os “moabitas”, i é, os descendentes de Moab, filho de Ló.

Moabitas Descendentes de Moab ou os habitantes do país de Moab.

MOCMUR Localidade citada em “Judite” cuja posição geográfica é incerta. Porém, pelo contexto,  deveria situar-se nas proximidades de Siquém.

MODIN Aldeia situada a cerca  de 12 km a leste de Lida e 30 km a noroeste de Jerusalém. Nela, foi sepultado Judas Macabeu.

Moisés – PATRIARCA Filho de Aram, neto de Caat, bisneto de Levi, trineto de Jacó e tetraneto de Isaac. Quando Moisés nasceu vigorava o decreto do Faraó do Egito que condenava todos os meninos recém nascidos à morte. Sua mãe, para salvá-lo, colocou-o num cesto e soltou-o no rio Nilo. O menino foi encontrado pela filha do Faraó que, penalizada, permitiu que mãe de Moisés (disfarçada) o amamentasse e o criasse. Quando Moisés cresceu sua mãe entregou-o à princesa que o adotou e deu-lhe o nome de Moisés que significa: “Salvo do Rio”. Adulto, Moisés matou um egípcio que maltratava um hebreu e temendo a represália fugiu para o país de Madiã onde Javé apareceu-lhe e lhe comunicou que era ele o escolhido para libertar os judeus da escravidão no Egito. Após sucessivos impedimentos do Faraó, Moisés cumpriu os desígnios do Senhor e liderou os israelitas durante a marcha de quarenta anos em busca da “Terra Prometida”. Pouco antes de adentrar na mesma, Moisés pôde vislumbra - lá do alto do monte Abarim, na Transjordânia, mas não chegou a entrar em Canaã pois morreu naquela montanha. Moisés sempre foi considerado o maior Profeta e o mais intimo de Deus, estando abaixo apenas de Jesus. Foi o primeiro e talvez o maior líder dos hebreus.

Molada Localidade pertencente ao território da tribo de Simeão , na fronteira com o território de Judá.

Molec O mesmo que Moloc. Ver Moloc.

Molid Filho de Abisur e de Abiail, neto de Samai, bisneto de Onam, trineto de Jerameel, tetraneto de Hesron e descendente de Judá.

Moloc  Outro nome de Malcom, a principal divindade pagã dos amonitas.

Montanha de Efraim Região montanhosa situada entre as área pertencente à tribo de Efraim e a área pertencente a meia tribo de Dã. Posteriormente essa região foi chamada de Samaria.

MONTANHA DE SEIR A região montanhosa da Iduméia que se estendia desde o Mar Morto até o Golfo Elanitico.Também é chamada de Edom, a região habitada pelos descendentes de Esaú, os edomitas. Ver Seir.

MONTANHA DO GALAAD Cordilheira que se estende desde o rio Jarmuc, ao norte, até à região de Hesebon, no sul. Esse termo, às vezes, é usado para designar toda a região da Transjordânia,

MONTE ALTO OU DA TRANSFIGURAÇÃO O monte onde Jesus, o Messias transfigurou-se perante os apóstolos Pedro, Tiago e João. Uma tradição que remonta do século III identifica-o como o monte Tabor, situado a 10 km a leste de Nazaré. Alguns estudiosos, porém, acreditam que se trata do monte Hermon, situado nas proximidades de Cesárea de Felipe e que atinge 2.759 m de altura.

MONTE CARMELO É a montanha (altura máxima de 552m.) que ao sudoeste da planície de Esdrelon se prolonga para o Mediterrâneo, ao sul do golfo de Aco (ou Aca).

Monte da Perdição Localidade situada nas proximidades de Jerusalém. O seu nome deriva do fato de que ali os deuses pagãos eram cultuados pelos israelitas corrompidos.

Monte das Oliveiras O monte que encerra a leste o vale do Cedron. É célebre por estar relacionado à paixão de Jesus.

MONTE DE SEIR Distinto da  “Montanha de Seir”,  localiza-se perto da aldeia de Saris,  a uns 4 km a sudoeste de Cariat-Jearim.

Monte fronteiro a Jerusalém É o monte que atualmente é chamado de Gebel Batn Hava. Situado ao sul do monte das Oliveiras.

MONTE NEBO Um dos cumes dos Montes Abarim, no país de Moab, na Transjordânia. Foi dali que Moisés pôde avistar a “Terra Prometida” e onde morreu.

MONTE SANTO O nome poético da colina onde está assentada Jerusalém.

MONTES DE EFRAIM Outra forma de denominar o "Reino de Israel".

Mooli Filho de Merari, neto de Levi, bisneto de Jacó, trineto de Isaac e tetraneto de Abrão

Moos Filho de Ram, neto de Jerameel, bisneto de Hesron, trineto de Farés e tetraneto de Judá.

Moré O outeiro de Moré provavelmente é o monte que os árabes chamam de “Nebi Dahi” e os cristãos de “Pequeno Hermon”. Situa-se ao norte do monte Gelboé.

MORESET A aldeia natal do Profeta Miquéias. Situada a leste de Eleuterópolis, no sudoeste da Judéia. Atualmente é chamada de Bet-Gibrin.

Moriá O monte Moriá, situado na “eira de Ornan” em Jerusalém. Foi ali que Javé apareceu a Davi e onde Salomão construiu o Templo. A identificação com a “Terra de Moriá” é incerta, sendo que nesta estaria o local onde Abraão deveria sacrificar o seu filho Isaac como prova de obediência a Javé. O próprio nome “Terra de Moriá” é controverso. Na versão “Pesitta” é grafado “terra dos amorreus” e em outras versões mais antigas essa nomenclatura não é vista como um nome próprio. Ver Areúna.

MORTEIRO Um parte de Jerusalém que também era chamada de  “vale” em função de sua topografia ser em forma de vaso ou concha. Nela, situava-se o comércio da cidade.

Mosa (1) Filho de Efa e de Caleb, neto de Hesron, bisneto de Farés, trineto de Judá  e tetraneto de Jacó.

Mosa (2) Filho de Zamri, neto de Azmot, bisneto de Alamat, trineto de Jaada, tetraneto de Aaz e descendente do rei Saul.

Mosa (3) Filho de Zamri, neto de Joada, bisneto de Acaz, trineto de Mica, tetraneto de Meribaal e descendente do rei Saul.

Mosa (4) Localidade que integrava a área destinada à tribo de Benjamim quando ocorreu  a partilha das terras conquistadas pelos hebreus

Mosera O monte Mosera, onde Aarão (irmão de Moisés e patriarca da linhagem dos Sacerdotes) morreu e foi sepultado. Também é chamado de Hor. Ver Hor.

Mosoc (1) Filho de Jafé,  neto de Noé, bisneto de Lamec, trineto de Matusalém, tetraneto de Henoc e descendente de Set, o terceiro filho de Adão  e Eva.

MOSOC (2) Os  “Musuk” das inscrições Assírias. Povo que habitava ao sul das montanhas do Cáucaso, entre os iberos, os armênios e a Cólquida.

Mosolam Filho de Zorobabel, neto de Fadaías, bisneto de Jeconias, trineto de Joaquim e tetraneto do rei Josias.

MOSTARDA  Arbusto (sinapis nigra) comum na Palestina que chega a crescer até quatro metros.

Musi Filho de Merari, neto de Levi, bisneto de Jacó, trineto de Isaac e tetraneto de Abrão.

Musri Localidade que era uma importante produtora de carros e de cavalos. Situava-se na Ásia Menor e provavelmente era limítrofe a Cue, na Capadócia. Alguns, porém,  acreditam que seja uma região do Egito.


 

Devo contribuir?
Ao receber o Senhor Jesus Cristo como seu Salvador, uma das primeiras coisas que você irá aprender é que Deus é amor. Como resultado disto, você logo perceberá que o amor precisa de uma forma prática para se expressar. Você aprenderá que há uma relação entre amar e dar. Deus é um Deus que nos dá muitas coisas. Amar e dar estão intimamente ligados nas Escrituras. “O Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim” (Gl 2:20), e “Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito” (Jo 3:16). Continuar Lendo...
Desenvolvido por Palavras do Evangelho.com