V & X

 

 

VAISATÁ Um dos filhos de Amã – cortesão do rei Xerxes I, da Pérsia, e inimigo dos hebreus. Ver Ester.

Vale das Hienas Provavelmente é aquele que ainda hoje traz o nome semelhante (em hebraico) de “Uadi” (ribeirão) Abu Daba”, situado na lateral do “Uadi” (ribeirão) El-Kelt, que desce em direção a Jericó).

VALE DE AMON – GOG Ver Oberim.

VALE DE BEN HENOM Ver Vale do Enon.

Vale de Ela Ou “Vale do Carvalho” é o atual “Uadi” (ribeirão) Es-Sant (= da acácia) que desce da montanha de Judá a sudoeste de Belém. Também é chamado de “Vale de Terebinto”. Ali ocorreu a famosa batalha de Davi contra Golias.

Vale de Escol Sinônimo de “Vale do Cacho”. Ver  “Vale do Cacho”

VALE DE JEZRAEL Nome da região que sucede a planície de Esdrelon (ver Esdrelon). Atualmente é denominado Merg Ibn’Amir.

VALE DE JOSAFÁ É um toponômio, porém têm o sentido mais simbólico que concreto. Josafá, em hebraico, significa  “Javé fez justiça”.

Vale de Rafaim Localidade situada no sudoeste próximo de Jerusalém. Atualmente é chamada de El-Bukei.

VALE DE SETIM Ver Setim.

VALE DO (s) FILHO (s) DE ENOM O mesmo que Vale do Enom. Ver Vale do Enom.

VALE DO ACOR Ver Acor.

Vale do Cacho  Local situado na terra dos Cananeus e que assim ficou conhecido por causa do cacho de uvas que os exploradores israelitas aí cortaram. O cacho era tão grande que foram necessários dois homens para carregá-lo

Vale do Cedron Em hebraico Kidrón. Localidade que se tornou célebre porque ali teve inicio a paixão de Cristo. O vale corre ao longo do lado leste de Jerusalém e é cortado pela estrada que leva ao vale do rio Jordão.

VALE DO ENOM Em hebraico  “Gê Hinom”. A região do “Uadi” (ribeirão) Er-Rababi que corre para o sul e, em parte, para o oeste de Jerusalém. Era um local execrado por Javé em função de ser o lugar onde as vitimas (inclusive humanas) eram sacrificadas em honra da divindade pagã chamada Baal. Também é chamado de “Vale dos filhos de Enom” e de  “Vale de Ben-Henon”. Tornou-se sinônimo de lugar infernal (geena).

Vale do Rei Localidade situada junto a Jerusalém, provavelmente onde se situavam os chamados “jardins do rei”, a sudeste da cidade, na parte inferior do vale do Cedron.

Vale do Sal Localidade situada ao sul do Mar Morto, também chamado de “Mar Salgado” em função de impregnar as adjacências com sal marinho.

VALE DO SALÉM Localidade que se situa a sudoeste de Siquém e propicia fácil acesso do vale do Jordão para o interior das montanhas.

VALE DO SIDIM Região situada acima das margens do Mar Morto.

      VANIAS Um dos líderes dos hebreus que retornaram do exílio babilônico. Sua ascendência é omitida.

Vaspi Descendente de Neftali e pai de Naabi, um dos exploradores que Moisés enviou ao país de Canaã.

VASTI Esposa de Xerxes I e rainha da Pérsia na época de Ester. Vasti, num dos banquetes oferecidos pelo rei, não atendeu a uma de suas ordens e por isso foi destituída do seu posto. Em seu lugar, o rei casou-se com Ester.

VEDAN Provavelmente trata-se da localidade que atualmente é chamada de Wedan, na Arábia, entre Meca e Medina.

VERBO ENCARNADO Epíteto de Jesus, o Messias. Ver Verbo.

VERBO Termo que em grego é grafado “Logos” e que é muito apto para exprimir “Filho de Deus”, que procede eternamente do “Pai”, por via do intelecto, como Verbo mental, co-eterno e consubstancial ao “Pai” e sua perfeita imagem. É o criador, a vida e a luz. Para São João, tudo foi criado por meio do Verbo, porém não é ele uma causa instrumental secundária, pois junto com a natureza recebe do “Pai” o poder de criar e, por isso, opera junto com Deus. Antes que existisse a vida no Mundo, já havia o Verbo, i.é, a potencialidade de vir a existir vida. O Verbo, destarte, é a fonte de toda vida, ou seja, da vida natural e da vida sobrenatural. Na ordem natural é o principio de luz por meio da inteligência e na sobrenatural por meio da fé. Para São João o Verbo era personificado como a  “Luz”  e a ignorância e os erros dos Homens seriam as “Trevas”.

VERÔNICA Mulher jerosolimita que enxugou o rosto de Jesus, o Messias quando ele carregava sua cruz rumo ao Calvário. Segundo a tradição, no tecido utilizado ficou gravado o rosto e o corpo do Messias. O célebre “Santo Sudário”.

VIA CRÚCIS O caminho que partiu da Torre Antonia e terminou no Gólgota, numa distância de 600 m aproximadamente. Normalmente era o próprio condenado que levava a sua cruz, mas no caso de Jesus, o Messias o centurião encarregado de sua execução convocou Simão (de Cirene) para fazer esse transporte por temer que o Nazareno morresse no caminho.

Vínculos Uma das localidades onde os hebreus acamparam  durante o trajeto no deserto

VÍNDICE Em hebraico “Goel”. O representante de alguém.

XERXES (I) Filho e sucessor de Dário I no trono da Pérsia era neto de Cambises, bisneto de Ciro e foi o marido de Ester. Ver Ester.

 

 

 

Devo contribuir?
Ao receber o Senhor Jesus Cristo como seu Salvador, uma das primeiras coisas que você irá aprender é que Deus é amor. Como resultado disto, você logo perceberá que o amor precisa de uma forma prática para se expressar. Você aprenderá que há uma relação entre amar e dar. Deus é um Deus que nos dá muitas coisas. Amar e dar estão intimamente ligados nas Escrituras. “O Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim” (Gl 2:20), e “Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito” (Jo 3:16). Continuar Lendo...
Desenvolvido por Palavras do Evangelho.com