"Mas Cristo não reina agora já sobre o mundo, com os crentes que morreram?" 
 
"Claro que não. A Bíblia jamais diz que os crentes que já morreram e ainda não ressuscitaram estejam reinando agora. Eles reinarão sobre a terra (Ap 5, 20), porém somente após a primeira ressurreição. E o que é mais importante ainda: Cristo Mesmo, como Filho do Homem ainda não reina agora. Não é o mundo atual, mas o que há de vir é que estará sujeito a Cristo; agora ainda não vemos tudo a Ele sujeito, (Hb 2,5.8). Deus disse ao Senhor Jesus: "Senta-te à minha direita até que eu ponha os teus inimigo por estrado dos teus pés" (Atos 2, 34-35). Isso já se cumpriu? Não, Cristo mesmo ainda espera o cumprimento desta palavra (Hb 10,12-13). Deus, certamente, logo Lhe dará o trono de Davi (Lucas 1, 32) Entretanto, o Senhor Jesus ainda não está sentado nesse trono porém à direita de Deus, no trono de Deus; O Senhor diz: "Ao que vencer, DAREI que se sente comigo, no meu trono, como eu venci, e me sentei com o meu Pai, no Seu trono (Ap 3, 21). Portanto, fica bem claro, como podemos ler também em Ap 19, 15 e 20, 4-6, que o governo de Cristo será depois da Sua Vinda." 
 
"Realmente estas são provas bem claras da Escritura; logo, tudo estará colocado aos pés de Cristo, e nós reinaremos com Ele. Não é consolo para nós agora?" "Se perseverarmos, reinaremos também" (2 Tm 2, 12)" 
 
"Oh, sim, e serve também como exortação: Paulo explica que os crentes devem estar em condições de resolver os problemas entre si mesmos; deverão eles julgar o mundo e os anjos, isto é, governar. (I Co 6,2.3) Porém, o mais glorioso é que o nosso reinar com Cristo, é objeto do eterno propósito de Deus. Um desígnio, que no Velho Testamento era um mistério, pois não foi revelado que, quando Cristo reinasse sobre Israel e as nações, os crentes glorificados partilhariam com Ele esta posição de glória e poder. Daniel no cap 7 afirma que os santos dos lugares altíssimos, ou seja, os santos celestiais receberão o poder juntamente com o Filho do Homem (versos 18,22 e 27). Mas não fala nada de governar, e, muito menos, que terão a mesma glória e poder como o Filho do Homem. 
Só agora nos foi revelado; agora, sabemos que Deus não só coroará de honra e glória o Filho do Homem, colocando tudo a Seus pés, como também, (e isto estava em Seu coração!) trará muitos filhos à glória (Hb 2,5-10 compare com Salmos 8, 4-6). Foi-nos revelado o mistério da Vontade de Deus, que, segundo o Seu desígnio, começa uma dispensação, na qual não só tudo é colocado aos pés de Cristo mas também, os santos seja co-herdeiros com Ele (Ef 1, 9-11; Rm 8,17). Sim, quando o Salmo 8 se cumprir, e tudo estiver aos pés de Cristo, não só Deus será uma exceção; também a Igreja será uma exceção, pois não será posta em sujeição a Cristo. Pelo contrário, Deus deu justamente a Cristo como Cabeça à Igreja, a qual é o Seu corpo, a plenitude daquele que enche todas as cousas, Ef 1,20-23.
 
“Como pode ser que esta parte gloriosa da Igreja não seja mencionada nas profecias?"
 
"Porque a Igreja mesma, como já dissemos, era um mistério totalmente desconhecido no Velho Testamento (Ef 3,2-6; Cl1, 26.27). As profecias tratam dos caminhos de Deus com respeito a esta terra, quer dizer também, com respeito ao governo de Cristo sobre aqueles que estarão na terra. As ovelhas que entrarão no Reino (Mt 25, 34) e o povo remido de Israel. No entanto, podemos encontrar a parte da Igreja nas profecias, observando a parte de Cristo mesmo. É digno de nota que aquilo que os profetas falam de Cristo, no Novo Testamento, é atribuído à Igreja várias vezes, e não significa de maneira alguma um pensamento estranho, se considerarmos a ligação íntima de Cristo com Sua Igreja. Como a esposa com o marido, como a cabeça com o corpo. Como eu disse há pouco: O Salmo 8 fala do governo glorioso do Filho do Homem sobre todas as cousas; porém em Ef 1 e Hb 2 temos visto que os santos não estão incluídos em "todas estas cousas" mas têm parte na mesma posição do Filho. O Salmo 2 diz que o Filho de Deus governará e despedaçará as nações com vara de ferro, porém em Apocalipse, a mesma profecia é atribuída aos crentes. Assim, Isaías 9,7 diz que Cristo reinará no trono de Dai; mas em Ap 3, 21, o  Senhor Jesus diz que os crentes se sentarão com Ele no Seu trono. Tão gloriosa será a futura posição da Igreja, que dela, a esposa do Cordeiro, a Nova Jerusalém, é dito que tem a glória de Deus (Ap 21, 11). Seu brilho será como cristal de jaspe; isto é, o brilho de Deus mesmo (Ap 4,3). A glória de Deus a ilumina, e o Cordeiro é sua lâmpada; e os povos andarão na sua luz, e os reis da terra lhe trarão a sua glória (Apoc 21,23-24)." 
 
"Por que termina depois de mil anos o glorioso governo de Cristo e Sua Igreja?" 
 
Devo contribuir?
Ao receber o Senhor Jesus Cristo como seu Salvador, uma das primeiras coisas que você irá aprender é que Deus é amor. Como resultado disto, você logo perceberá que o amor precisa de uma forma prática para se expressar. Você aprenderá que há uma relação entre amar e dar. Deus é um Deus que nos dá muitas coisas. Amar e dar estão intimamente ligados nas Escrituras. “O Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim” (Gl 2:20), e “Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito” (Jo 3:16). Continuar Lendo...
Desenvolvido por Palavras do Evangelho.com