OS DOIS ESTÁGIOS DA

SEGUNDA VINDA DO

SENHOR JESUS CRISTO

Conferência em Sombrio-SC

21.04.2010

A. Lindsay Carswell

 

A SEGUNDA VINDA DO SENHOR JESUS CRISTO

Chama-se da Sua segunda vinda porque Ele já veio para este mundo a fim de efetuar a salvação de pecadores. Essas duas vindas são o tema de muitas profecias do AT. Observemos duas profecias apenas para cada vinda:

1 a Vinda "Eis que uma virgem conceberá, e dará à luz um filho, e será o seu nome EMANUEL" (Isaías 7:14)

"E tu, Belém Efrata, posto que pequena entre milhares de Judá, de ti me sairá o que será Senhor em Israel, e cujas saídas são desde os tempos antigos, desde os dias da eternidade" (Miquéias 5 :2)

2° Vinda ''Eu estava olhando nas Minhas visões da noite, e eis que vinha nas nuvens do céu um como o filho do homem: e dirigiu-se ao ancião de dias, e o fizeram chegar até ele. E foi-lhe dado o domínio e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem". (Daniel 7:13-14)

''E o Senhor sairá, e pelejará contra estas nações, como no dia em que pelejou no dia da batalha. E naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; e o monte das Oliveiras será fendido pelo meio, para o oriente e para o ocidente, e haverá um vale muito grande; e metade do monte se apartará para o norte, e a outra metade dele para o sul." (Zacarias 14:3-4)

Por que é que não se lê do Arrebatamento no AT?

Vale a pena notar que não há referência alguma para o arrebatamento no AT! Por quê? Porque o arrebatamento não é o assunto das profecias do AT. É um dos "mistérios" do NT. (''Mistério'': refere-se a uma verdade que era desconhecida no AT, porém agora no NT fica revelada). Nenhum profeta do AT sabia da Igreja. Aprouve Deus esconder esse fato por motivos conhecidos somente por Ele.

Deve-se entender que no evento da morte do Senhor Jesus Cristo o relógio profético parou de andar. Com esse acontecimento a época da Igreja se introduziu como parêntese no grande programa de Deus. Essa época será consumada no evento do arrebatamento. Depois disso o relógio profético há de recomeçar a andar. Assim o começo e construção da Igreja bem como a sua consumação são verdades neotestamentárias, e não se lê nada deles no AT.

Embora não seja tema do AT, há ainda ilustrações do 'arrebatamento no AT, por exemplo, Enoque. Ele foi trasladado antes da vinda do dilúvio. Ló seria outra ilustração. Ele foi retirado das cidades da campina antes da destruição delas por meio do fogo e enxofre.

Já que agora sabemos do arrebatamento será que se deve dizer que o Senhor Jesus Cristo vem 3 vezes, isto é, (1) a Sua vinda quando nasceu em Belém, (2) o arrebatamento e (3) a Sua vinda para reinar? Não de maneira nenhuma. Há apenas duas vindas como o AT estabeleceu. Contudo deve se dizer que a segunda vinda há de se dar em dois estágios.

Assim, a segunda vinda do Senhor Jesus Cristo se dará em 2 estágios: (1) Estágio Preliminar e (2) Estágio Principal, ou seja, o Arrebatamento e a Manifestação.

Uma Ilustração

O Senhor queria vir a Betânia na ocasião da morte de Lázaro. Chegando perto da cidade as duas irmãs (Maria e Marta) enfim saíram-Lhe ao encontro. Essa parte ilustra o arrebatamento. Mais tarde o Senhor entrou na cidade e deu vida para Lázaro. Isso representa a Manifestação quando o Senhor há de revivificar os ossos secos no vale da morte (Ezequiel 37).

A CRONOLOGIA DOS DOIS ESTÁGIOS DA SEGUNDA VINDA (fator tempo) O Período entre os dois estágios

Há de haver um período de 7 anos pelo menos entre esses grandes acontecimentos. Donde vem esse período? Sabe-se desse período através de Daniel: "Setenta semanas estão determinadas sobre o teu povo, e sobre a tua santa cidade, para extinguir a transgressão, e dar fim aos pecados, e para expiar a iniqüidade, e trazer a justiça eterna, e selar a visão e a profecia, e para ungir o Santo dos santos. Sabe e entende: desde a saída da ordem para restaurar e para edificar Jerusalém, até ao Messias, o Príncipe, sete semanas, e sessenta e duas semanas: as ruas e as tranqueiras se reedificarão, mas em tempos angustiosos. E depois das sessenta e duas semanas será tirado o Messias, e não será mais: e o povo do príncipe, que há de vir, destruirá a cidade e o santuário, e o seu fim será com uma inundação; e até ao fim haverá guerra: estão determinados assolações. E ele firmará um concerto com muitos por uma semana: e na metade da semana fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares; e sobre a asa das abominações virá o assolador, e isso até à consumação; e o que está determinado será derramado sobre o assolador" (Daniel 9:24-27). Resumidamente, Daniel fala de um período de 70 semanas, cada semana sendo uma etapa de anos, ou seja, 7 anos. Os 70 anos equivalem 490 anos. Quando foi que esse período se iniciou? Iniciou-se com o decreto de Artaxerxes para restaurar e para edificar a Jerusalém no ano de 445 a.C. Observe que o período de 490 anos se divide em três, isto é:

* 7 semanas (49 anos) Leva-nos ao ano de 396 a.C. Nesse ano consumou-se a reconstrução da cidade de Jerusalém mesmo em "tempos angustiosos".

* 62 semanas (434 anos) Leva-nos ao ano de 36 d.C., justamente o ano em que o Messias "foi tirado". Estudiosos diferem a respeito dessa data.

(Lembra-se de que o relógio profético parou de andar no evento da morte de Cristo, assim há um intervalo indefinido entre as sexagésima - nona e septuagésima semanas. Chama-se esse período de “A dispensação da Graça" ou “A dispensação da Igreja")

* 1 semana (7 anos). Essa septuagésima semana ainda está no futuro. Esse período de 7 anos há de se iniciar com a assinatura de um pacto entre Israel e o príncipe romano, e termina com a descida do Rei dos reis.

Assim, quando Daniel deu a sua profecia a respeito da 70 semanas (490 anos) ele não sabia que Deus há de intercalar um período que até agora se estendeu por 2000 anos.

Assim, estabelecemos um período de 7 anos pelos menos entre os dois estágios da segunda vinda do Senhor Jesus Cristo. Haverá mais do que 7 anos já que não se sabe quanto tempo há de se passar entre o arrebatamento e a assinatura do pacto entre Israel e o príncipe romano - o homem do pecado.

OS CONSTRASTES ENTRE OS DOIS ESTÁGIOS DA SEGUNDA VINDA

No mundo religioso há muito confusão a respeito da segunda vinda do Senhor. Muitos nem vêem uma distinção entre as duas etapas (1. Preliminar e 2. Principal). Assim, convém estudar mais cuidadosamente a fim de identificar as diferenças que existem entre elas.

 

 

ESTÁGIO PRELIMINAR

(ARREBATAMENTO)

ESTÁGIO PRINCIPAL

(MANIFESTAÇÃO)

1

Quem virá

O Senhor Jesus Cristo (Filip.3 :20)

O mesmo Senhor (1 Tess.4: 16)

O Senhor (Tiago 5:8)

O Filho do Homem (DanieI7:13)

Rei dos Senhores (Apoc.19)

monte das Oliveiras" (Zac.14:4).

2

Destino

Para os ares (1 Tess.4: 17)

Entre as nuvens (1 Tess.4: 17)

''E naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras" (Zac.14:4).

3

Relação
aos 
santos

Virá para Seus santos 

(João 14:3; 1 Tess.4:17) "aparecerá segunda vez, sem pecado, aos que o esperam para sem pecado, aos que o esperam para

 

Virá com Seus santos (Judas 14); "E seguiam-no os exércitos no céu em cavalos brancos (Apoc.19: 14).

4

Beneficiados

A Igreja

A nação de Israel, e conseqüentemente o

Mundo

5

Motivo

"vos levarei para mim
mesmo" 
(João 14:3); 

 

"seremos transformados" 

(1 Cor.15:51 e 52); 

"seremos arrebatados juntamente com eles" 

(1 Tess.4: 17);

 

"transformará o nosso corpo abatido" (Filip.3:21).

 

Para fazer juízo

(Judas 15);

Para condenar (Judas 15);

Para tomar vingança

(2 Tess.l :8).

Para ser glorificado

(2 Tess.l: 10)

Para se fazer admirável

(2 Tess. 1:10)

Para destruir os inimigoss (Apoc.19:11-21)

6

Quando
virá

Iminente (João 14:2-3; 1 Cor.15:51-52; Filip.3 :20; Col.3:4; 1 Tess.1: 10; 5:61 Tim.6: 14; Tito 2: 13 Tiago 5:8; Heb.10:37; Apoc.3:3 etc.

Depois de uma série de sinais Mat.24:6;

Marcos 13:7; Lucas 21:9; 2 Tess.2:3 etc.

7

Caráter da vinda

Secreto

Público "Todo o olho O verá"

8

Previsto no AT.

Foi um "mistério"

Foi profetizado no AT

9

Cristo virá como

Noivo (Efés.5), Salvador (Filip.3:20)

Sumo Pastor (l Pedro 5:4), Senhor,

"Grande Deus e nosso Senhor Jesus

Cristo (Tito 2: 13)

Guerreiro

Juíz

Senhor dos senhores

Reis dos reis

10

Símbolo

A Estrela da Manhã (Apoc.22:16)

O Sol da Justiça (Mal.4:2)

Item 1 A mesma Pessoa virá nos dois estágios, mas deve-se observar os títulos ou nomes que o Espírito emprega nas Escrituras ao Se referir a Ele.

Item 2 Observe com cuidado o destino do Senhor nos dois estágios. As Escrituras claramente mostram que na etapa preliminar o Senhor virá para os ares ao passo que na segunda virá à Terra.

Item 3 No evento do Arrebatamento o Senhor virá para os Seus santos a fim de arrebatá-los instantaneamente para os Céus. Mais tarde virá com eles na Manifestação a fim de estabelecer Seu reino aqui na Terra. A diferença de preposição destaca a distinção entre os dois eventos. É a mesma vinda, porém os estágios são diferentes. Quando os santos virão com Cristo no segundo estágio vão seguir o Comandante Celeste "em cavalos brancos, e vestidos de linho fino, branco e puro" (Apoc.19: 14). Donde vieram os vestidos? Em Apoc.19:8 lê-se que "o linho fino são as justiças dos santos" Assim, é evidente que antes do segundo estágio certos eventos, tais quais o Tribunal de Cristo, vão se realizar. Isso mostra inegavelmente que os dois estágios da segunda vinda são diferentes, e que há de haver tempo suficiente entre eles para certos eventos ocorrer.

Quais?

* Tribunal de Cristo (Rom. 14: 10; 1 Cor.3: 12-15; 2 Cor.5:10)

* Apresentação da Igreja ao Noivo (Efés.5:27)

* Bodas do Cordeiro (Apoc.19:7 e 19:9)

Esses eventos se darão no Céu durante a septuagésima semana. Hão de anteceder a segunda etapa da segunda vinda de Cristo.

Item 4 Certamente a Igreja há de ser beneficiada no primeiro estágio. Ela será removida deste mundo para o Céu num instante. O Rei, no evento do segundo estágio, há de livrar Israel da sua opressão na cidade e providenciar um meio de escape. Os fiéis de Israel estarão encerrados em Jerusalém finalizando a batalha de Amargedom. Os reis do oriente, o rei do norte, o rei do sul e os reis da confederação ocidental hão de cercar a cidade com a pretensão de aniquilar a nação de Israel. O Rei há de descer para libertar os fiéis, destruir os inimigos e inaugurar o Seu reino. O reino do Senhor há de trazer bênção para o mundo inteiro.

Item 5 Os motivos dos dois estágios são diferentes. No primeiro Ele há de livrar os salvos da ira futuro e levá-los para o Céu, enquanto o segundo estágio há de trazer bênção para Israel oprimido e castigo para os que não conhecem a Deus. Depois da descida o julgamento das nações vivas há de se realizar.

Item 6 O fato tempo tem que ser considerado. O arrebatamento é iminente, isto é, pode acontecer a qualquer momento. Não há profecia, sinal ou palavra a ser cumprida antes do seu acontecimento. Uma séria de sinais há de se 'desenrolar antes da segunda etapa da segunda vinda de Cristo Veja Mat.24 onde se lê de guerras, rumores de guerras e terremotos etc. Essas coisas têm que acontecer antes da Manifestação.

Item 7 Note que a primeira etapa será secreta. Apenas a Igreja há de ser atingida antes do mundo saber. Nenhum não salvo há de ouvir o alarido, voa. de arcanjo nem a trombeta. O segundo estágio, porém, será público. Todo o olho O verá. O Rei será visível no dia da Sua Manifestação.

Item 8 A primeira etapa é um "mistério"-não é o assunto de profecias no AT. A segunda etapa é o assunto de muitas profecias do AT.

Item 9 Cristo virá como noivo, Senhor, Sumo Pastor e Salvador no primeiro estágio. No segundo será Guerreiro, Rei e Filho do Homem. Devemos aprender a distinguir os dois etapas.

Item 10 Virá com "Estela da Manhã" no arrebatamento, porém será o "Sol da Justiça" na Manifestação. Como sempre a Estrala da Manhã tem que aparecer antes do Sol da Justiça.

O NOSSO COMPORTAMENTO À LUZ DA VINDA DE CRISTO

Devemos aproveitar o tempo que resta para servir a Deus. O nosso serviço será avaliado no dia do Tribunal de Cristo.

Aquele que tem essa esperança purifica-se a si mesmo. Santidade, pureza. e castidade devem nos caracterizar já que a vinda de Cristo está tão próxima(1 João 3:3).

Devemos "esperar" (1 Tess. 1:10) o arrebatamento, isto é, devemos ficar olhando para cima na expectativa de nos encontrar com Cristo a qualquer hora.

Devemos vigiar a vinda de Cristo (Mat.25:13).

Devemos negociar até que Cristo venha (Lucas 19:13)

Fim

Devo contribuir?
Ao receber o Senhor Jesus Cristo como seu Salvador, uma das primeiras coisas que você irá aprender é que Deus é amor. Como resultado disto, você logo perceberá que o amor precisa de uma forma prática para se expressar. Você aprenderá que há uma relação entre amar e dar. Deus é um Deus que nos dá muitas coisas. Amar e dar estão intimamente ligados nas Escrituras. “O Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim” (Gl 2:20), e “Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito” (Jo 3:16). Continuar Lendo...
Desenvolvido por Palavras do Evangelho.com