Vivendo “Diante do Senhor” e “Para o Senhor”

 

"Porém Samuel ministrava perante o Senhor, sendo ainda jovem,... E o jovem Samuel ia crescendo, e fazia-se agradável, assim para com o Senhor, como também para com os homens. E o jovem Samuel servia ao Senhor perante Eli;... E ele (Eli) disse: Qual é a palavra que te falou? Peço-te que não mo encubras; assim Deus te faça, e outro tanto, se me encobrires alguma palavra de todas as que te falou.... E crescia Samuel, e o Senhor era com ele, e nenhuma de todas as suas palavras deixou cair por terra. E todo o Israel, desde Dã até Berseba, conheceu que Samuel estava confirmado por profeta do Senhor. E continuou o Senhor a aparecer em Siló; porquanto o Senhor se manifestava a Samuel em Siló pela palavra do Senhor."
(1 Sam. 2:18,26; 3:1,17,19-21).
 
Esses fragmentos servem para indicar o crescimento de Samuel, e nos trazer para a questão do aumento, do crescimento espiritual. As marcas são bastante simples, porém, contudo, bastante fundamentais.
 
"Perante o Senhor"
 
"Samuel ministrava perante o Senhor, sendo ainda jovem." "Perante o Senhor." Ele cresceu perante o Senhor, e isto é de importância maior do que pode ser sugerido pelo pequeno fragmento de três palavras. Isto é a primeira coisa que deve ser verdade em nós _ que toda a nossa vida não seja vivida perante homens, mas primeiramente perante o Senhor; que sempre haja isso sobre nós que fala de uma vida interior diante do Senhor. Quando estamos sozinhos, fechados em nosso quarto com o Senhor, então tudo é muito puro. Sabemos muito bem que lá diante Dele não há qualquer decepção, não há fingimento, não há fantasia. Sabemos muito bem quando estamos a sós com o Senhor que toda artificialidade é desnudada. Lá nós sabemos que somos vistos por dentro, somos conhecidos completamente; não podemos colocar nenhuma camuflagem, nenhum disfarce, na presença do Senhor. Lá somos o que somos, e sabemos isto, e não fazemos qualquer pretensão. E isto é algo que tem que ser trazido em nossas vidas quando vimos do lugar secreto com o Senhor _ que tudo deve ser da mesma maneira que é diante Dele, tão transparente, tão claro, tão sincero como é em Sua presença; sem fingimento, sem máscara, sem fantasia, sem falsos caminhos. Não podemos ficar num pedestal na presença do Senhor. Quando estamos com as pessoas, podemos vestir muitas coisas para nos cobrir, a fim de que as pessoas acreditem em nós; podemos nos tornar muito artificiais. Até mesmo quando estamos orando na presença de outras pessoas, podemos ser qualquer outra coisa, mas não naturais. Estamos tão conscientes delas, e começamos a orar por elas em nossas orações. Não agimos da mesma maneira como quando estamos a sós com o Senhor, nós não preparamos nada, então. Ficamos exatamente na base daquilo que somos, com naturalidade; nós não podemos ser diferente a não ser perfeitamente naturais. Aquilo que somos quando estamos na presença do Senhor devemos ser quando estamos diante das pessoas, na vida pública. É importante, é essencial. Você vê, qualquer coisa colocada entre as pessoas, qualquer coisa artificial, não é a nossa medida, absolutamente; é uma falsa medida, e isto pode estar nos impedindo de crescer na vida espiritual.
 
"Samuel servia perante o Senhor." Podemos aplicar isto para cada esfera e para cada situação da vida. “E tudo quanto fizerdes, fazei-o de todo o coração, como ao Senhor, e não aos homens” (Col. 3:23). Deus falou para Abrão, “... Anda na minha presença..." Isto pode ser muito simples nesses termos, porém é algo que tem a ver com trabalhar a terra para o crescimento espiritual. Pessoas assim irão prosseguir, irão crescer.
 
O resto da afirmação sobre Samuel é somente uma ênfase sobre o que aquilo significa “ser uma criança”. O próprio Senhor Jesus colocou o seu dedo sobre isso numa ocasião. Os seus discípulos, homens adultos, estavam conversando sobre grandes coisas, e altas posições; Jesus tomou uma criança e a colocou no meio deles, e disse: “Se não vos tornardes como crianças, de forma alguma entrareis no Reino dos céus”. (Mat. 18:3). 'Este é o caminho para o crescimento. Você está pensando sobre posição, lugar, influência; você tem grandes pensamentos; você tem grandes idéias; porém este é o caminho para a verdadeira grandeza - uma pequena criança: sem suposições, sem pretensões‟. "Samuel servia perante o Senhor, sendo uma criança"; e então, naturalmente, você não fica surpreso em que ele tenha crescido.
 
"Ao Senhor"
 
Então, a próxima coisa _ "Samuel servia ao Senhor diante de Eli." Se pudéssemos nos colocar no lugar de Samuel, poderíamos achar que não foi fácil para ele naqueles dias. Lembre-se, Hofni e Finéias, os dois filhos de Eli, estavam lá. Algo muito iníquo e corrupto estava acontecendo, pois no final eles foram mortos no julgamento de Deus _ uma situação extremamente deplorável. Samuel poderia muito bem ter se tornado um cínico, ele poderia ter se tornado amargurado e crítico. É muito fácil ser crítico numa situação como aquela, ficar desgostoso, e perder o interesse no que estamos fazendo, muito embora nós mesmos não estejamos de forma alguma nos comprometendo com o Diabo. Se estivermos nessa situação, simplesmente fazemos as coisas porque é o nosso emprego. As outras pessoas envolvidas no serviço são corruptas e erradas; porém o serviço tem que ser feito, assim, sem qualquer interesse absolutamente, nós apenas fazemos o serviço. Porém parece que Samuel fechou os seus olhos para tudo aquilo, e apenas olhava para o Senhor, e a sua atitude era: “Tudo ao meu redor é mal, porém eu estou aqui por causa do Senhor; não estou fazendo isso por causa dessas pessoas, nem apenas para manter o serviço em andamento; estou aqui, no meio de tudo isto, por causa do Senhor”. Desta maneira o seu espírito foi mantido livre do mau humor, da amargura e do cinismo. "Para o Senhor." Ele não ministrava a Eli, e não a Hofni e Finéias, e não a um mero procedimento, a fim de manter as coisas, mas ao Senhor.
 
Lembre-se, isto é um crescimento secreto. Todos podemos ter razão para dizer: „Há muita coisa ao meu redor com as quais eu não concordo, as quais eu sei que são contrárias ao Senhor; e que muitas pessoas ao meu redor são erradas e difíceis, até mesmo aquelas que são do Senhor. Se eu fosse me importar com elas, iria desistir e ir embora; mas estou aqui para viver para o Senhor, eu apenas faço isso por causa Dele, e assim é que pretendo permanecer‟. Este é o caminho do crescimento. Eli representava a corporificação de uma ordem religiosa de sua época, ele ocupava uma posição de autoridade e naquele tempo ele era reconhecido como tal, e Samuel era submisso. Ele não estava tentando se livrar de Eli, nem condená-lo; ele não estava de forma alguma dizendo: „Está tudo errado, eu não tenho lugar para Eli' - Samuel não saia por aí fofocando e espalhando coisas sobre Eli. É tão fácil fazer isso; porque você encontra algo errado, e você pode facilmente se tornar sem afeto e crítico. Samuel era submisso. Mais tarde, mesmo quando não concordava com o desejo do povo a respeito de um rei, Samuel recebeu ordem do Senhor para ir e ungir Saul, e ele obedeceu, e depois fez tudo que podia tornar fácil a Saul fazer a coisa certa e cumprir a sua missão. Samuel não aceitava Saul, mas ele não se atravessava em seu caminho; ele não espalhava coisas más sobre Saul. Samuel deu a Saul uma boa oportunidade. A atitude de Samuel para com Saul é maravilhosa. Ele não tinha aceitado Saul, contudo ele se submetia pelo tempo necessário; e aqui diante de Eli, com o mesmo espírito, ele toma uma posição submissa e ministra ao Senhor. Não é de se maravilhar que ele tenha crescido.
 
Você não irá crescer se estiver observando as faltas e as falhas, e os erros ao seu redor, especialmente nas pessoas que detêm posições superiores, e, se estiver espalhando coisas sobre elas. O Senhor irá dizer: “Se... os teus olhos forem bons, todo o teu corpo terá luz. Se, porém, os teus olhos forem maus, o teu corpo será tenebroso. Se, portanto, a luz que em ti há são trevas, quão grandes serão tais trevas!" (Mat. 6:22,23). Cuidado para não ter maus olhos sobre alguém _ isto irá interromper o seu crescimento. Assim, Samuel não reparava em Eli; ele deixava Eli para o Senhor, e ele mesmo seguia com o Senhor. Guarde esta lição em teu coração. Samuel ministrava ao Senhor perante Eli, em sujeição e em paciência, esperando até que o Senhor se movesse, a fim de lidar com aquela situação tão difícil, que devia consumir o coração de Samuel a cada dia. É o nosso espírito que importa _ pureza, simplicidade, seriedade, realidade. É isto que significa crescer, e continuar crescendo.
 

Por Theodore Austin-Sparks

 

Devo contribuir?
Ao receber o Senhor Jesus Cristo como seu Salvador, uma das primeiras coisas que você irá aprender é que Deus é amor. Como resultado disto, você logo perceberá que o amor precisa de uma forma prática para se expressar. Você aprenderá que há uma relação entre amar e dar. Deus é um Deus que nos dá muitas coisas. Amar e dar estão intimamente ligados nas Escrituras. “O Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim” (Gl 2:20), e “Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito” (Jo 3:16). Continuar Lendo...
Desenvolvido por Palavras do Evangelho.com