O TRIGO E O JOIO

"Deixai crescer ambos juntos até à ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; mas, o trigo, ajuntai-o no meu celeiro." 

Mateus 13:30

Esta é a ordem: O joio é reunido em molhos ou feixes para ser queimado; o trigo é abrigado no celeiro; a destruição do joio, ou sua completa queima, acontece em seguida e, por fim, após sua destruição, "os justos resplandecerão como o sol, no reino de seu Pai" (Mt 13:43)

Na terceira parábola de Mateus 13, contada apenas aos seus discípulos, encontramos o Senhor usando termos análogos a estes: Os anjos separam em duas partes aquilo que antes estava misturado, reunindo os bons em vasos e jogando fora os maus e os destruindo; e então os justos resplandecerão como o sol no reino do Pai deles. Isto coloca diante de nós a desimpedida bênção que cabe aos filhos de Deus — aqueles que estão vivos para Deus. Esse tempo está chegando, e é algo há muito almejado pelos santos. A condição atual do mundo faz com que eles percebam isso. Eles percebem que o joio está amadurecendo rápido em iniquidade, pronto para a destruição, e também veem o amadurecimento dos santos de Deus. Embora, infelizmente, o trigo nem sempre possa ser ainda completamente distinguido como tal, o Senhor o está amadurecendo para a colheita e irá reuni-lo no celeiro.

O joio está progredindo, sendo reunido maduro para a destruição. Apesar de aqueles que são joio acharem que está bem assim, e que nenhum pavor lhes acometerá, mesmo assim uma súbita vingança os aguarda. Eles falam e agem como se isso não fosse acontecer, mas Deus é verdadeiro, e sua Palavra será cumprida. Leia Apocalipse 14:14-20. Ali está o joio maduro achando que nenhum mal virá sobre ele; fortalecendo-se em sua iniquidade, e considerando até mesmo que o fato de estarem sendo reunidos em feixes seja a providência de Deus, até mesmo uma oportunidade para aumentarem sua força e poder, o que todavia só prova a realidade de sua total destruição. "Os gentios enterraram-se na cova que fizeram; na rede que ocultaram ficou preso o seu pé" (Sl 9:15). "Ainda que junte as mãos, o mau não ficará impune, mas a semente dos justos será liberada" (Pv 11:21). O trigo não é deixado no mundo naquele grande dia; os que são trigo são reunidos no celeiro; são tirados do caminho, "arrebatados juntamente... entre nuvens, para o encontro do Senhor nos ares" (1 Ts 4:17). Eles testemunham a destruição dos inimigos do Senhor, e então "os justos resplandecerão como o sol, no reino de seu Pai" (Mt 13:43).

Extraído de anotações de um sermão "The Wheat and the Tares - Matthew 13", John Nelson Darby

Devo contribuir?
Ao receber o Senhor Jesus Cristo como seu Salvador, uma das primeiras coisas que você irá aprender é que Deus é amor. Como resultado disto, você logo perceberá que o amor precisa de uma forma prática para se expressar. Você aprenderá que há uma relação entre amar e dar. Deus é um Deus que nos dá muitas coisas. Amar e dar estão intimamente ligados nas Escrituras. “O Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim” (Gl 2:20), e “Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito” (Jo 3:16). Continuar Lendo...
Desenvolvido por Palavras do Evangelho.com